Remo investe pesado e contrata técnico Roberto Fernandes

O comandante treinará a equipe até o final do campeonato estadual

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Clube do Remo definiu seu treinador para a sequência do Campeonato Paraense. E fez uma contratação ousada apresentando Roberto Fernandes como seu novo treinador. O comandante vinha dirigindo o ABC-RN, onde em 2013 fez o milagre de tirar o time do rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro.

Antes, também no Rio Grande do Norte, havia conquistado títulos com o América, mas o acerto com Fernandes é apenas para o Campeonato Paraense. Fernandes já comandou vários times de expressão no cenário nacional como Atlético-PR, Figueirense-SC, Náutico-PE, Atlético-GO, Guaratinguetá e Santo André.

Após a eliminação do Remo na Copa do Brasil para o Internacional-RS, o treinador Charles Guerreiro foi dispensando, e o auxiliar Aguinaldo de Jesus passou a dirigir interinamente o time na Copa Verde e no Campeonato Paraense. Na Copa Verde, o Remo caiu nas semi-finais para o rival Paysandu, e no campeonato estadual o time não vem bem e ainda não venceu no segundo turno.

Com vaga garantida nas finais do Campeonato Paraense, Roberto Fernandes chega pensando em conquistar o segundo turno, o que, caso aconteça, fará do Remo campeão antecipado. Caso não seja campeão do segundo turno, o Remo fará as finais com quem conquistar o returno da competição.

Roberto Fernandes fez um pacote fechado com o Remo apenas para o Campeonato Paraense, onde o título é o objetivo único do clube remista. Depois, na Série D do Campeonato Brasileiro, o Clube do Remo terá que buscar um novo comandante técnico, já que Roberto Fernandes definiu com a diretoria que ficará apenas na competição estadual.

Demora na contratação de um substituto de Charles Guerreiro

A diretoria do Remo demorou na contratação de um substituto para Charles Guerreiro, o que acabou gerando muitas críticas da imprensa paraense. Antes de confirmar Roberto Fernandes, o Remo tentou o treinador Tarcísio Pugliesi mas, apesar das várias investidas, Pugliesi optou em permanecer no Icasa-CE, onde monta o time para o Campeonato Brasileiro da Série B.

Estevão Soares, atualmente no CSA-AL, também foi consultado, mas não quis abrir negociação em razão de seu compromisso com o time alagoano.

Fonte: Futebol Interior

Compartilhar:
    Publicidade