Renan anuncia devolução de R$ 27 mil por avião da FAB usado para ir ao Recife

Renan havia solicitado à FAB que se pronunciasse sobre eventuais irregularidades na viagem

Renan Calheiros voou a PE em avião da FAB. Foto:Divulgação
Renan Calheiros voou a PE em avião da FAB. Foto:Divulgação

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), informou na tarde desta segunda-feira (30) que irá devolver aos cofres públicos R$ 27 mil por ter usado um voo da FAB (Força Aérea Brasileira) para ir ao Recife, onde fez uma cirurgia para implantar 10 mil fios de cabelo.

“O presidente do Senado, Renan Calheiros, recolheu aos cofres públicos, nesta segunda-feira (30), a quantia de R$ 27.390,25. O valor se refere ao uso da aeronave em 18 de dezembro entre as cidades de Brasília e Recife e foi calculado pela Força Aérea Brasileira (FAB). O pagamento foi feito via Guia de Recolhimento da União (GRU)”, diz a nota enviada pela assessoria do senador.

Renan havia solicitado à FAB que se pronunciasse sobre eventuais irregularidades na viagem.

“Em reposta ao ofício recebido da Presidência do Senado, de 23 de dezembro de 2013, que solicita esclarecimento sobre eventual impropriedade na requisição de aeronave para viagem de Brasília a Recife, no dia 18 de dezembro de 2013, o Comando da Aeronáutica informou que observa fielmente o disposto no Decreto nº 4.244, de 22 de maio de 2002, abstraídas questões de mérito relacionadas ao motivo da viagem o qual, embora declarado na solicitação, foge à alçada deste Comando julgar”, diz a FAB em nota.

Esta é a segunda vez que Renan usa aeronave da FAB neste ano para fins particulares. Anteriormente, ele foi à Bahia para o casamento da filha de um senador. Depois de a primeira viagem vir à tona, ele reembolsou R$ 32 mil para a União.

Conforme decreto presidencial de 2002, autoridades, incluindo ministros de Estado e o presidente do Senado, podem usar aviões da FAB quando viajarem a serviço, por motivo de segurança e emergência médica ou em deslocamentos para a cidade onde têm residência permanente.

A cidade de residência de Renan é Maceió, e ele não tinha nenhum compromisso oficial em Recife no dia do voo.

Fonte:Terra

Compartilhar: