Retirada de ingressos para a Copa vira diversão para famílias potiguares

Torcedores fazem a festa junto à família e alguns chegam a gastar R$ 3 mil em entradas para o Mundial

Entrega-de-ingressos-da-copa---Jose-Walter-de-Carvalho-WR

A primeira parte da festa para quem vai aos jogos da Copa do Mundo é receber os ingressos. E não importa a distância que se tenha percorrido para tê-los em mãos ou quantos tenha comprado. Qualquer situação já é motivo para animação.

O empresário José Walter de Carvalho comprou ingressos para toda a família. Ao todo, 16 entradas para filhos e agregados para todos os jogos que ocorrerão em Natal. O investimento do empresário foi de cerca de R$ 3 mil. “Vamos assistir aos jogos de Natal e os do Brasil pela televisão. Dependendo da campanha do Brasil, tentarei ir para a final com minha mulher”, disse. O empresário é abcedista desde criança e já foi à copa da Itália em 1990. Na oportunidade também foi a última vez que viu a seleção brasileira jogar.

Fã do esporte britânico desde criança, José Walter percorreu muitas arenas pelo mundo. “Já conheço arenas do mesmo porte na Itália, Espanha e Portugal. Aqui no Brasil conheço a Arena Pernambuco. O que posso dizer da de Natal é que é muito boa. A grande vantagem da arena daqui é a localização”, avaliou.

Sobre as seleções mais fortes que vêm jogar em terras potiguares, ele acredita que Itália e Uruguai têm potencial de se destacar no campeonato, mas não chegam muito longe. “Considero fortes seleções, mas não a ponte de serem favorita”, opinou. Para ele, quem vai fazer muito sucesso em Natal é a equipe de Gana. “É a solidariedade com o futebol emergente porque eles não ameaçam nenhum de nós. Gana vai ter uma grande torcida aqui em Natal”, considerou.

A filha de José Walter voltou a frequentar os estádios de futebol depois da inauguração da Arena. A publicitária Karina Flores, de 34 anos, não é grande fã de futebol, mas começou a acompanhar mais seu time de coração, o ABC. “Fui a alguns jogos no Arena das Dunas depois da inauguração e a gente teve a oportunidade de ver novamente mulheres indo ao estádio com seus filhos sem medo”, observou.

Para o gerente de suprimentos Denilson Melo, de 43 anos, só o fato de ir buscar os ingressos foi um evento. Vieram com ele de Mossoró, esposa, cunhada, sobrinha e filho. Ele aproveitou o ferido apenas para vir pegar as três entradas que adquiriu para os filho, o sobrinho e ele. O jogo será Uruguai X Costa Rica. “Foi o que estava disponível em termo de preço, horário e data”, disse. Os únicos jogadores que o torcedor do Baraúnas conhece são da seleção latino-americana: Cavani, Forlan e Suárez. Segundo Melo, o investimento foi de R$ 540,00. “Dava pra passar um campeonato estadual todinho com um ingresso só”, disse em relação ao preço.

ARENA DEFICITÁRIA

De acordo com o blog do jornalista Rodrigo Mattos no portal Uol, a Arena das Dunas não tem sido um bom negócio até agora. Segundo informação apurada por Mattos, a média de público por jogo foi de somente 6.450 pessoas. Com essa média e a renda atual, seriam necessárias 3.026 partidas para compensar o investimento feito no estádio.

Até agora houve 15 partidas. A média de arrecadação foi de R$ 137.768 mil. Além disso, houve um festival de música no estádio. No total, o estádio arrecadou desde sua inauguração R$ 2 milhões.

Por sorte, mesmo que não seja lucrativo para a OAS o governo do Estado deverá pagar essa diferença. Para tanto, parte dos bens do RN foram penhorados, como o Parque Aristófanes Fernandes. Além disso, o pagamento da Arena começa esse ano em suaves parcelas que deverão totalizar cerca de R$ 1,3 bilhão.

Compartilhar: