Retrato do atraso

A notícia que marcou o feriadão potiguar é um dos símbolos do quão atrasado é o Rio Grande do Norte.…

A notícia que marcou o feriadão potiguar é um dos símbolos do quão atrasado é o Rio Grande do Norte. Em um período de tanta modernidade, com diversas facilidades tecnológicas criadas nos últimos anos, o Estado ainda enfrenta a vergonha de possuir, atualmente, mais de 5 mil solicitações de licenciamento ambiental acumuladas nas gavetas do Idema.

Os pedidos, em sua ampla maioria, são para a abertura de novos empreendimentos, entre eles, os badalados parques de energia eólica, ou mesmo indústrias de grande porte. Ou seja, estão parados no órgão ambiental do RN centenas de documentos que permitirão, caso sejam aceitos, o desenvolvimento econômico desta terra, contribuindo com a geração de emprego e renda.

Mas, apesar de se tratar de um assunto do maior interesse para o futuro potiguar, a informação parece não servir de alerta para a sociedade, é como se o fato não incomodasse a ninguém. Ora, são por motivos como esses que o Estado tem ficado para trás, principalmente em relação aos seus vizinhos Pernambuco e Ceará, ávidos na busca por mais recursos e investimentos.

Não dá mais para os potiguares aceitarem de braços cruzados a inércia de seu governo atrasar, de forma direta, o seu crescimento. É preciso fornecer estrutura suficiente ao Idema para evitar que processos simples demorem tantos meses para conseguir liberação, assim como é fundamental aumentar a vigilância para combater possíveis irregularidades no tramite dessas ações.

Enquanto o governo do Estado apenas assistir a esse retrato do atraso a que está sendo submetido o povo potiguar, o futuro do RN será para sempre correr atrás de um desenvolvimento que não chega nunca. Sempre deixando escapar pela palma de suas mãos melhorias destinadas apenas aos seus vizinhos, estes sim, dedicados a novas conquistas.

 

POTIGUAR I
Em um estado carente de novas atrações turísticas, que continua atraindo visitantes apenas devido ao seu sol e mar, agora pode contar também com o helicóptero da Polícia Militar como ponto de interesse para turistas. A imagem de pessoas com trajes de banho posando para fotos ao lado do Potiguar I, não foi só ridícula, foi um tiro no pé da própria corporação.

SEM PRESSA
Coisas que só acontecem no governo Rosalba Ciarlini. A Secretaria Estadual de Turismo, responsável pelos projetos da principal atividade econômica do Estado, está sem titular há uma semana. Renato Fernandes foi exonerado no dia 31 de dezembro e, desde então, a pasta vai sendo comandada de forma interina, enquanto a governadora procura um substituto para o

INVEJA BRANCA
Enquanto o Brasil continua passando vergonha em seu sistema de segurança, fruto principalmente da falta de investimentos no setor, Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, reforçou sua frota de viaturas, que já conta com modelos como um Lamborghini Aventador, uma Ferrari FF e um Mercedes-Benz G63 AMG, com mais um McLaren 12C O superesportivo britânico foi integrado à força policial.

MORTE AOS BANDIDOS
Só para completar a informação que segue abaixo, no Gira Mundo de hoje, totalmente lamentável a morte de uma criança vítima da monstruosidade de alguns bandidos no Maranhão. A menina foi queimada viva em um ônibus. O marginal, está preso. E os Direitos Humanos, de olho no Estado para mantê-lo vivo. É o fim.

INEFICIÊNCIA
Do jornalista Osni Damásio, este colunista recebeu o seguinte e-mail. “Veja a ineficiência dos Correios. Uma correspondência postada aqui em Natal no dia 14 de dezembro, às 9:45, só me foi entregue no dia 04 de janeiro. Saudade do tempo em que a empresa Correios era considerada a de maior credibilidade no Brasil”. Já há algum tempo a estatal tem virado motivo de vergonha.

COMUNICAÇÃO E FORRÓ
O mercado forrozeiro do Rio Grande do Norte ganha mais uma ferramenta de divulgação e interação com o público. Será lançada hoje, oficialmente, a partir das 18h30 no Só Mais Uma, em Ponta Negra, a primeira edição da Revista Forró, que chega com a proposta de concentrar informações sobre artistas, bandas, produtoras, casas de eventos e os bastidores do forró.

ATRASOS
É grande a preocupação de especialistas no assunto sobre a possibilidade das obras de mobilidade urbana de Natal não ficarem prontas no prazo esperado, ou seja, até maio deste ano. O temor é que o mundial ocorra com a cidade presa ao caos do seu trânsito, piorado e muito com as intervenções feitas nas ruas. O problema agora é saber o que a Fifa achará caso a cidade esteja parecendo um canteiro de obras.

CONTRA O RELÓGIO
Por falar em obras atrasadas, também não é nada boa a perspectiva para as obras das vias de acesso ao novo aeroporto. Uma delas deverá ser aberta de qualquer forma antes da inauguração do terminal, até porque sem essa avenida não haverá como chegar ao terminal. O RN corre contra o tempo para não passar vergonha.

GIRA MUNDO

O furo é do jornalista Eduardo Scolese, coordenador da Agência Folha, em matéria veiculada hoje no maior jornal do país. Um vídeo de dois minutos e 32 segundos com cenas dignas de horror. Os próprios amotinados filmam em detalhes três rivais decapitados. E se divertem exibindo os corpos –ou que restam deles. O material foi gravado no último dia 17 de dezembro, e foi encaminhado a Folha pelo Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Penitenciário do Maranhão. É a falência total do sistema.

Compartilhar: