Reunião para boi dormir – Danilo Sá

A Secretaria Estadual de Segurança Pública, para variar, reuniu ontem a sua cúpula para, diante da imprensa, anunciar medidas que…

A Secretaria Estadual de Segurança Pública, para variar, reuniu ontem a sua cúpula para, diante da imprensa, anunciar medidas que seriam capazes de inibir o impressionante avanço da violência, com foco voltado para os constantes assaltos a ônibus. Mas, quando todos esperavam ideias novas e realmente eficazes, surge mais do mesmo. A Polícia Militar intensificará blitzens no transporte público e colocará homens à paisana nos veículos. Um paliativo que, talvez, só tenha efeito durante alguns dias.

A reunião para boi dormir, até pela falta de propostas para enfrentar e vencer de forma definitiva a insegurança, foi apenas mais uma da longa série de encontros que os homens responsáveis pelo setor no Rio Grande do Norte têm mantido há alguns meses. Como todos já sabemos, de nada tem adiantado, com raríssimos pontos positivos, como no período da Copa do Mundo e a segurança padrão FIFA. Mas, de resto, a regra continua a mesma.

O assunto já não é mais novidade, mas diante da incapacidade das nossas autoridades de resolver a questão, é sempre válido voltar ao tema. Não se resolverá nada em relação a violência no RN enquanto não for iniciada uma grande operação conjunta e concomitante que, de certa forma, atinja a todo o Estado. É preciso invadir as comunidades hoje dominadas pelo tráfico de drogas, cumprir os mandados de prisão engavetados, controlar as áreas que estão nas mãos dos bandidos.

Enquanto os governantes continuarem apenas sentados em seus gabinetes, convocando reuniões com a alta cúpula, sugerindo propostas antigas e ineficazes, nada mudará. A hora de agir e mostrar a força policial já passou faz tempo. Enquanto a conversa para boi dormir continua, a bandidagem estará livre para amedrontar a população, cometer seus crimes e ir dormir impune. O sistema inoperante é, atualmente, o maior inimigo da sociedade.

DE MAL A PIOR

Poucas foram as vezes que um presidente da República concedeu uma entrevista tão ruim quanto a de ontem de Dilma Rousseff no Jornal Nacional. Com absoluta certeza, será difícil encontrar material de Fernando Henrique Cardoso e de Lula da Silva tão desastroso quanto o desempenho da atual líder do país. E o pior é que ela foi mal mesmo conseguindo escapar dos questionamentos sobre o mensalão e da Petrobras.

NÍVEL BAIXO

Mas, de certa forma, Dilma foi emparedada igualmente a Aécio Neves e ao saudoso Eduardo Campos. O problema é que, para os indecisos, de pouco serviu o tempo de exposição dos presidenciáveis no Jornal Nacional, já que com todos o espaço foi apenas para rebater denúncias. Ainda resta esperar pelas respostas de Marina Silva.

TUCANO EM NATAL

Por falar na disputa presidencial, está confirmada para a próxima quinta-feira (21) a vinda de Aécio Neves a Natal, para cumprir a agenda cancelada no fatídico dia marcado pela morte de Eduardo Campos. O candidato do PSDB visitará a fábrica Guararapes, concederá entrevista coletiva e caminhará no Alecrim, tudo na parte da tarde. Hora de se medir o tamanho da receptividade do povo potiguar com o tucano.

INTERROGAÇÃO

Por enquanto, ainda sem notícias em torno de uma possível vinda de Dilma Rousseff ao Estado. A candidata a reeleição terá um problema para resolver quando estiver por aqui, já que tanto Henrique Alves quanto Robinson Faria lhe apoiam, ou seja, precisará dividir o palanque entre os dois principais nomes da disputa no RN.

GIRA MUNDO

O primeiro elefante branco pós Copa já foi identificado. A Arena Amazônia, em Manaus, reabriu no último final de semana para receber um evento evangélico. Mas, antes deste compromisso, estava fechado desde o apito final da partida entre Suíça e Honduras, no dia 25 de junho, pela primeira fase da Copa do Mundo. E, acredite se puder, a próxima partida agendada para o estádio só acontecerá no dia 16 de setembro, entre Oeste e Vasco, pela 23ª rodada da Série B.

ARTICULAÇÃO

Há quem diga, nos bastidores, que Henrique Alves tem atuado de forma decisiva a evitar a vinda de Dilma ao RN no atual processo eleitoral, já que acabará dividindo as atenções com Robinson e, ainda por cima, ajudando a vida de Fátima Bezerra na disputa com Wilma de Faria. Por enquanto, parece que tem dado certo. É aguardar até o final da disputa.

ATUAÇÃO

O presidente do Centro Comunitário do Bairro de Nova Descoberta, José Amaro dos Santos Filho, o Dedé, comemora o retorno da linha de ônibus 66, que atende aos usuários de Ponta Negra, Shopping Via Direta, Campus, Nova Descoberta e UnP da Nascimento de Castro. O transporte por este trajeto era uma antiga reivindicação da comunidade.

SUSPEITA I

O Tribunal de Contas ratificou, na última quinta-feira, medida cautelar proferida pelo conselheiro Carlos Thompson no processo que determinou a suspensão da licitação para execução dos serviços de limpeza pública do município de Parnamarim. A decisão foi baseada na análise de denúncia formulada à Corte de Contas, em razão de pretensas irregularidades na concorrência pública.

SUSPEITA II

Como esta coluna já havia divulgado, as principais irregularidades encontradas no edital referem-se à exigência de execução da técnica de capina química em área urbana, podendo acarretar risco à saúde da população e ao meio ambiente, a indícios de afronta ao caráter competitivo do certame e ao patrocínio da defesa dos agentes públicos.

Compartilhar:
    Publicidade