Ricardo Gareca é demitido do Palmeiras e clube quer Dorival Júnior

Técnico não resistiu à péssima série de resultados e deixa o clube depois de 13 jogos. Opção para a sua vaga é treinador já entrevistado e Tite também agrada

Gareca se despede do Palmeiras após nem dois meses. Foto: Divulgação
Gareca se despede do Palmeiras após nem dois meses. Foto: Divulgação

Ricardo Gareca não resistiu à pressão e foi demitido na tarde desta segunda-feira pela diretoria do Palmeiras. A decisão, confirmada um pouco antes do treino na Academia de Futebol, se deu após a forte pressão que membros do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) fizeram pela saída do argentino, e mais uma derrota no Brasileirão. Dorival Júnior, entrevistado antes da contratação de El Flaco, já volta a ganhar força no clube.

O multicampeão pelo Vélez Sarsfield (ARG) foi anunciado no fim de maio, passou por um período de análise do elenco, e começou os trabalhos durante a pausa para a Copa do Mundo, em junho. Apesar do tempo para trabalhar, ele não conseguiu sucesso e seu retrospecto é péssimo: são quatro vitórias, um empate e oito derrotas. Um aproveitamento de 33,3% dos pontos.

Pessoas ligadas à diretoria reclamam do fato de muitas vezes ele não treina o time, e muda muito a escalação. Desta forma, não conseguiu fazer a equipe reagir, e hoje o Alviverde é o primeiro fora da zona de rebaixamento no Brasileiro, e precisa reverter a derrota em casa por 1 a 0 para o Atlético-MG, para seguir na Copa do Brasil.

Além dele, deixam o clube o seu preparador físico, Néstor Bonillo, e o auxiliar Sérgio Santín. Alberto Valentim, membro da comissão técnica fixa do clube, volta a assumir interinamente a equipe.

Embora a demissão tenha sido anunciada nesta segunda, uma reunião com a cúpula na noite de domingo encaminhou a decisão pela troca. O clube já pensa até em Dorival Júnior, técnico que foi entrevistado quando Gilson Kleina acabou demitido, e era o segundo na lista de preferências do Alviverde, atrás apenas de Gareca. Ele possui uma história com o Verdão: além de ser ex-jogador do clube, seu tio é Dudu, ex-volante e um dos maiores ídolos alviverdes.

Entre os cofistas, há a corrente de apoio pela chegada de Tite. O técnico também foi tratado como um sonho logo após a saída de Kleina, mas foi tratado como uma opção impossível, já que o comandante sonhava com a ida para uma seleção.

VEJA A NOTA OFICIAL PUBLICADA PELO PALMEIRAS:

“O argentino Ricardo Gareca não é mais técnico da Sociedade Esportiva Palmeiras. Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira (01), na Academia de Futebol, o clube decidiu pela saída do treinador. Gareca estava no comando da equipe palestrina desde o fim do mês de junho e, em 13 jogos, obteve quatro vitórias, um empate e oito derrotas.

Com o comandante, deixam o clube o preparador físico Néstor Bonillo e o auxiliar técnico Sergio Santín. Em seu lugar, interinamente, assume Alberto Valentim, que já dirigiu o time em sete jogos nesta temporada – são quatro triunfos, um empate e dois reveses.

A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece os serviços prestados pelo técnico e deseja sorte na sequência de sua carreira.”

Fonte: Lancenet

Compartilhar: