Rivaldo volta a criticar a Copa do Mundo e diz que o Brasil vai passar vergonha

"Falei outras vezes que o Brasil não tem condições de fazer a Copa do Mundo", analisou o experiente meio-campista e presidente do Mogi Mirim

Craque diz que País passará vergonha na Copa do Mundo. foto:Divulgação
Craque diz que País passará vergonha na Copa do Mundo. foto:Divulgação

No dia em que voltou a atuar pelo Mogi Mirim, na derrota diante do São Paulo, o meia Rivaldo mostrou que mantém uma opinião bastante crítica em relação à Copa do Mundo no Brasil. Neste período de visita da Fifa ao País, o pentacampeão recordou que já contestou o evento anteriormente e reiterou na noite de quarta-feira sua discordância com a realização do torneio.

“Nós já sabíamos que isso aconteceria, mas não quero mais dar minha opinião sobre isso. Falei outras vezes que o Brasil não tem condições de fazer a Copa do Mundo. Vai ser difícil, o Brasil vai passar vergonha”, comentou, à rádio Jovem Pan.

Enquanto seu parceiro do Mundial de 2002, Ronaldo, participa da organização do evento no Brasil, Rivaldo adverte que o País deveria ter outras prioridades para destinar seus gastos.

“Sabia que tudo isso iria acontecer. O Brasil tem muita coisa para fazer, como colégio, na saúde e presidio, e não campos de futebol para a Copa do Mundo. Vai tanto dinheiro só para um mês…”, criticou, depois de ter atuado no jogo entre Mogi Mirim e São Paulo, no Morumbi.

Em junho do ano passado, Rivaldo já havia reclamado do torneio. Na época, ao contestar a falta de investimento em hospitais, o meio-campista afirmou que sentia dor por saber que seu pai morreu depois de ter sido atropelado sem ter recebido atendimento médico adequado no Recife.

O Mundial no Brasil terá início no dia 12 de junho. Nesta semana, a Fifa manifestou preocupação com os andamentos das obras na Arena da Baixada e não descartou excluir Curitiba do evento.

Fonte:IG

Compartilhar: