RN: Mais dezenove assassinatos apenas no final de semana

Final de semana foi sangrento em diferentes localidades do estado

Dois irmãos foram mortos com tiros na cabeça no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal, após ouvirem tiros disparados na rua da própria casa neste domingo. Foto: Divulgação
Dois irmãos foram mortos com tiros na cabeça no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal, após ouvirem tiros disparados na rua da própria casa neste domingo. Foto: Divulgação

Alessandra Bernardo
Repórter

Dezenove assassinatos marcaram mais um final de semana sangrento e sem segurança no Rio Grande do Norte. Destes, seis vítimas foram alvos de duplos homicídios, incluindo dois irmãos de 14 e 18 anos, executados com disparos de espingarda calibre 12 na cabeça, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte da Capital. As vítimas tinham ido à rua após ouvirem barulho de tiros, quando foram atingidos. Outros dois irmãos, de 59 e 66 anos, também foram alvos de bandidos, no sábado, em Alto do Rodrigues.

De acordo com informações da Polícia Militar do Estado, os jovens estavam dentro de casa conversando quando foram atraídos para a rua após ouvirem barulho de disparos de tiros. Curiosos, eles saíram para ver o que tinha acontecido e, ao chegarem em frente ao portão da residência da família, foram atingidos por disparos de espingarda calibre 12 na cabeça e morreram no local.

Os disparos foram efetuados por bandidos que estavam em um veículo não identificado e que, ao se aproximar dos irmãos Iranildo e Irivanilson do Nascimento Tavares, de 18 e 14 anos, respectivamente, baixaram os vidros das janelas para atirar. Policiais militares do 4º Batalhão, que atenderam a ocorrência, afirmaram que o impacto dos tiros foi tão forte que estraçalhou as cabeças dos rapazes.

O duplo homicídio atraiu a atenção dos moradores da Rua Joana Elisa Fernandes, que acompanharam o trabalho dos oficiais militares e dos peritos do Instituto Técnico Científico de Polícia do Estado (Itep/RN) para remoção dos cadáveres. Apesar das diligências realizadas, nenhum suspeito foi identificado ou preso até a manhã de hoje.

Os outros dois duplos homicídios foram registrados nos municípios de Jandaíra e de Alto do Rodrigues, onde as vítimas, mais uma vez, foram dois irmãos. Francisco Félix Sobrinho, de 59 anos e Severino Félix de Medeiros, de 66, estavam conversando na frente da casa de um deles quando foram atacados a tiros por dois motociclistas. Eles ainda foram socorridos com vida, mas morreram pouco depois.

E, em Jandaíra, dois homens ainda não identificados foram encontrados mortos com vários disparos de arma de fogo, em uma estrada carroçável na madrugada de sábado. As vítimas não portavam documentos de identificação e podem ter sido mortos com tiros de pistola calibre 380, que atingiram a cabeça e costas. A suspeita é que a dupla tenha sido alvo de emboscada.

Seis execuções na Região Metropolitana

Além dos irmãos de 14 e 18 anos, outras quatro pessoas foram assassinadas  a tiros e golpes de arma branca, como facas-peixeiras e machados, na Região Metropolitana de Natal, neste final de semana. Na Capital, os crimes ocorreram nas zonas Oeste e Norte, onde Paulo César Pagarro, de 33 anos, foi morto a facadas, dentro de casa. A suspeita é que o crime tenha sido motivado por vingança e cometido por duas mulheres com quem a vítima foi vista pela última vez com vida.

O corpo da vítima foi encontrado ontem à noite, após familiares dela terem estranhado a demora em conseguir manter contato com Paulo, que morava sozinho na Avenida Nilo Jales, no loteamento Boa Esperança, no bairro de Nova Natal. Dentro do imóvel, os policiais militares encontraram tudo revirado, o que indica que a vítima chegou a lutar contra seus assassinos. Até agora, ninguém foi preso.

Já no município de São José do Mipibu, um homem foi assassinado com mais de 30 golpes de faca-peixeira e também machadadas no sábado à noite, no distrito de Laranjeiras de Abdias. Leonardo de Oliveira Martiniano, de 23 anos, foi arrastado de dentro de casa e executado no meio da rua, na frente de testemunhas.

Conforme informações do 3º Batalhão da Polícia Militar, a suspeita é que a vítima tenha sido morta por vingança, após se envolver em um desentendimento com outra pessoa, na semana passada. Na ocasião, ele teria acertado o outro homem com um pedaço de madeira, o que pode ter motivado o crime. Já na delegacia de plantão da zona sul, onde o caso foi registrado, a suspeita é que o crime tenha sido causado por envolvimento com o tráfico de drogas em São José do Mipibu.

Compartilhar: