Técnico do ABC praticamente descarta chance de conquistar o turno

Com título do turno distante, treinador garante que equipe vai brigar por vitórias: 'Esse é um campeonato onde tudo pode acontecer'

Técnico do ABC tem pouca esperança na conquista do turno. Foto:Divulgação
Técnico do ABC tem pouca esperança na conquista do turno. Foto:Divulgação

O técnico Roberto Fernandes comentou a derrota do ABC por 3 a 2 para o América-RN no primeiro Clássico Rei da história da Arena das Dunas. O resultado deixou o alvinegro com quatro pontos, na sexta colocação. Segundo o treinador, o título do primeiro turno ficou distante com o resultado deste domingo.

“Acho bem difícil, mas ninguém vai jogar a toalha. Nós temos a obrigação de fazer a nossa parte. Vamos buscar as três vitórias (restam apenas dois jogos para terminar o primeiro turno) e ver o que acontece dentro do campeonato. Ninguém esperava uma rodada como a de hoje, onde quem poderia ter disparado na competição não conseguiu vencer. É um campeonato onde tudo pode acontecer”, disse Roberto em entrevista coletiva após o fim do jogo.

O técnico do ABC falou que a equipe começou bem o segundo tempo, mas disse que o América estava mais entrosado e soube ganhar o jogo.

“Futebol é simples: quem ganha comemora. Quem perde, justifica. Futebol é momento, e o momento do América é melhor em todos os aspectos. A velocidade de jogo, a transição, o entrosamento. Se eu chegar aqui agora e falar que no segundo tempo o ABC alugou o campo de ataque? Perdemos de 3 a 1 (o jogo terminou 3 a 2). E aí? Não tem o que falar. Conseguimos empatar o jogo no início do segundo tempo, com a equipe encontrando um volume de jogo, aí levamos um gol em uma jogada de bola parada. Foi o quarto ou quinto gol de bola parada que tomamos. É uma deficiência nossa em cima de uma virtude do adversário. Nós falamos intervalo para não fazer falta boba. Vejam o segundo gol, não havia necessidade daquela falta. Foi a derrota de uma equipe que está se conhecendo para uma equipe vem atuando junta há mais de três anos. Se você pegar a base do América-RN na Série C você tem Cléber, (Edson) Rocha, Fabinho, Márcio Passos, Val. Então vejam essa diferença. Vitória é uma coisa muito difícil no futebol. Em clássico mais ainda. Portanto, não vamos tirar o mérito do adversário. O América soube vencer o jogo. Teve mais atitude para isso”, comentou ele.

O treinador falou ainda sobre o seu tabu pessoal de não perder no clássico. Segundo Roberto, o futebol é ‘cíclico’.

“Uma hora essa derrota iria acontecer. Assim como uma hora o ABC vai vencer América. Menos mal que não aconteceu em uma decisão. Houve um tempo em que o América não vencia o ABC. Antes do América quebrar o tabu, em 2012, o time vinha sem vencer o ABC há dois anos e há oito anos sem título. Futebol é cíclico. Quem tá embaixo sobe, quem está em cima desce”,argumentou o técnico.

Na próxima rodada, o ABC recebe o Globo FC, líder do primeiro turno, na Arena das Dunas. O jogo acontece nesta quinta-feira, a partir das 20h30.

Fonte:Globo.com

Compartilhar: