Durante debate, Robinson Faria defende que obras sejam direcionadas ao povo

"A nossa coligação não tem compromisso político com 7 ex-governadores e seus afilhados políticos" disse Robinson

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em debate na 95 FM na noite desta quarta-feira (20), o candidato ao Governo do Estado Robinson Faria (PSD) defendeu que as obras do seu governo serão direcionadas ao povo. “Vamos governar para o povo. Vamos cuidar da maior necessidade do povo hoje: a água e para isso vamos fazer obras hidráulicas no Rio Grande do Norte”, disse.

As propostas para o Governo do Estado da coligação Liderados pelo Povo foram apresentadas por Robinson na 95 FM. Lembrando sempre a atenção para o povo em seus projetos, Robinson falou sobre as obras de infraestrutura. “Não é preciso obras mirabolantes para governar bem. Do que adianta uma ponte, um túnel bonito e o povo morrendo de sede? Temos que ter sensibilidade para saber o que o povo precisa hoje” descreveu Robinson.

Questionado sobre gestão pública, Robinson destacou que o Plano de Governo da coligação PSD – PCdoB – PT é pensar o Rio Grande do Norte para os próximos 20 anos. “Teremos um governo técnico, com profissionais capacitados que irão criar projetos que terão apoio do governo federal. Vamos premiar a competência e a qualificação. A nossa coligação não tem compromisso político com 7 ex-governadores e seus afilhados políticos” conta Robinson.

Um dos candidatos perguntou a Robinson sobre as propostas no Turismo, destacando que é a favor do investimento da verba publicitária para o setor. “A cadeia produtiva do Turismo, infelizmente, foi abandonada nos últimos anos por falta do papel fomentador do Governo. O papel do governo é ser indutor, fomentador, a mão amiga do turismo. O setor deve ser tratado com atenção, com apoio estadual. O turismo tem que ser pensado para atrair turista. Hoje o turismo de eventos é o que mais atrai, mas vamos oferecer também o turismo de lazer, o turismo de esporte, o turismo gastronômico”, defendeu.

Durante o debate da 95 FM, Robinson falou ainda sobre um governo de parceria, de diálogo. “O nosso governo terá diálogo com a sociedade civil. O nosso governo será de solidariedade. As pessoas terão voz no nosso governo”, garantiu.

Em sua despedida, Robinson afirmou que é possível mudar a realidade do Estado. “Podemos mudar a nossa história, a nossa saúde, a nossa educação. Podemos viver em um Estado melhor para todos. Vamos em frente!”, finaliza.

Compartilhar:
    Publicidade