Roger, do Ultraje a Rigor, faz desabafo durante show – Por Danilo Sá

A coluna abre espaço para o desabafo do cantor Roger, da banda Ultraje a Rigor. Durante show no CCBB de…

A coluna abre espaço para o desabafo do cantor Roger, da banda Ultraje a Rigor. Durante show no CCBB de Música Urbana, em São Paulo, o artista respondeu as críticas do ator José de Abreu e de outros militantes virtuais petistas nas redes sociais, que questionaram o fato do músico participar de um evento público e criticar o governo federal. Segue na íntegra.

 

Roger Rocha Moreira

Cantor da banda Ultraje a Rigor

“Hoje fui atacado no Twitter pela militância virtual do PT, os chamados MAVs.

Gente paga para militar. Gente que, na impossibilidade ou incapacidade de defender suas ideias, ataca a pessoa.

Gente baixa, gente escrota, como o ator global José de Abreu, o dublê de jornalista Pedro Alexandre Sanches e gente tão covarde e insegura de suas convicções que se esconde atrás de pseudônimos, como é o caso de Stanley Burburin.

Fui atacado porque segundo a lógica distorcida desses cretinos, eu estaria aceitando dinheiro de um governo que não apoio para tocar hoje aqui, e que isso não seria coerente.

Pois bem, quem está me pagando hoje não é um partido que se considera dono do Brasil. Um governo honesto deve apenas administrar o dinheiro que recolhe do povo e devolvê-lo ao povo em forma de serviços, de acordo com a necessidade desse mesmo povo.

Não vou agora discutir se isso está sendo feito ou não, mas o fato é que estou sendo contratado para exercer meu ofício, nesse caso, trazer cultura e diversão para o povo.

Quem está me pagando é o povo, do qual eu faço parte, através de um órgão do governo que, repito e enfatizo, não pertence a um partido político, ao contrário do que querem acreditar esses canalhas que me perseguem por eu exercer meu direito de pensar e me expressar livremente.

E eu estou com o saco cheio dessa violência indiscriminada, dessa luta de classes cruel e ignorante que vem sendo incentivada de uns tempos pra cá.

Somos todos brasileiros. É esse tipo de miséria que eu gostaria que acabasse no Brasil: a miséria cultural, a pobreza de espírito, a falta de educação de qualidade. Tenho certeza que, bem educados, ninguém precisaria de esmolas do governo, assim como eu nunca precisei.”

ENTENDIMENTOS

Apesar do passado recente como adversários, os líderes do PMDB têm encontrado formas de amenizar os desentendimentos de ontem para fortalecer a aliança do presente. Destaque para Walter Alves. O pré-candidato a deputado federal tem dito nas reuniões políticas pelo interior que, ocorreram “encontros e desencontros, mas que agora houve um reencontro” entre os aliados. É a luta.

NA CAPITAL FEDERAL

Por falar em Wilma de Faria, a ex-governadora viajou para Brasília. Na capital federal, a vice-prefeita de Natal voltará a se reunir com a cúpula nacional do seu partido, o PSB. Em pauta, o calendário da legenda em relação a congressos e a própria convenção nacional, que será realizada no dia 10 de junho no Rio de Janeiro. Na oportunidade, será oficializada a candidatura de Eduardo Campos a presidente.

NAS BASES

Em tempo: PSB e PMDB estão trabalhando bastante o entendimento entre suas bases. Ontem, por exemplo, o vereador Júlio Protásio reuniu alguns aliados e convidou a própria Wilma e o deputado Walter Alves. Ambos foram bastante aplaudidos, assim como Henrique e Garibaldi Alves, quando tiveram seus nomes citados na reunião.

AMEAÇAS DE MORTE

Os presidentes do PT, estadual e de Natal, Eraldo Paiva e Juliano Siqueira, respectivamente, se apressaram em divulgar uma nota onde repudiam a atitude de Sérvolo Oliveira, o membro do comitê de ética do partido no RN, pego incitando claramente a violência contra o ministro Joaquim Barbosa nas redes sociais. Pelo visto, o companheiro Sérvolo terá que responder sozinho pelo ato.

INESPERADO

A notícia de que as arquibancadas móveis e estruturas temporárias do Arena das Dunas ainda não estão concluídos, pegou muita gente de surpresa. Ora, a um mês da Copa, se os jogos fossem amanhã o estádio natalense estaria impossibilitado de receber o evento, já que a Fifa exige uma capacidade mínima de 40 mil lugares. Pelo visto, esta contagem regressiva será também de corrida contra o tempo.

ESTRANHO

Esquisita a abertura de parte do prolongamento da Prudente de Morais. Primeiro porque foi aberto repentinamente, tendo sido anunciado ontem pela manhã. Depois porque, se era para abrir a via do jeito que está, já poderia ter feito há muito tempo. Ainda falta iluminação e sinalização na avenida.

DE OLHO NA COPA

O atacante Diego Costa foi confirmado entre os convocados da seleção espanhola. Brasileiro naturalizado, o atleta chegou a defender a seleção do Brasil mas optou pela oportunidade de vestir a camisa da Espanha na Copa do Mundo que será realizada no seu país de origem. Só o tempo dirá se a escolha foi correta ou não.

DESCASO

Ainda são muitas as ruas de Natal com seus canteiros totalmente tomados pela sujeira e pelo mato. Em alguns setores da cidade, a impressão que dá é de um total abandono do poder público. Por enquanto, limpeza e beleza mesmo apenas nos principais pontos turísticos da cidade e no trajeto que os possíveis visitantes cumprirão durante os dias de jogos da Copa do Mundo. O resto, ficará para depois.

GIRA MUNDO

Está na Folha de São Paulo de hoje. A 30 dias para a Copa do Mundo, o país concluiu menos da metade daquilo que se comprometeu a fazer para o mundial. De 167 intervenções anunciadas, apenas 68 estão prontas, o equivalente a 41%. Outras 88 estão incompletas ou ficarão para depois do evento. Onze obras foram abandonadas e não sairão do papel. Em Natal, por enquanto, muita expectativa para a inauguração dos primeiros projetos de mobilidade, prometidos para o final deste mês.

Compartilhar:
    Publicidade