Ronaldo estuda sair como vice de Aécio Neves nas eleições deste ano

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que apadrinha o mineiro, também deu sinais de que não se opõe à ideia

56u56u45u454uu

Integrante do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, o ex-jogador Ronaldo provocou a ira do governo na semana passada, ao afirmar que se sente “envergonhado” com os problemas que o país enfrenta para concluir as obras necessária para a competição. A presidente Dilma Rousseff e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, apressaram-se em rebater as declarações – classificadas como ‘um jute contra o próprio gol’ pelo ministro. Agora, outra entrevista de Ronaldo promete causar burburinho no Planalto: o ex-jogador afirmou ao jornalValor Econômico que votará no tucano Aécio Neves nas eleições de outubro. E disse que uma participação na campanha do senador mineiro à Presidência não está descartada.

Ronaldo afirmou que mantém uma relação de amizade com o pré-candidato do PSDB há pelo menos quinze anos. Questionado sobre em quem votaria, o ex-jogador da seleção brasileira afirmou que seu voto irá para Aécio. Ele falou ainda da relação com a presidente Dilma: “Conheci a presidente, tenho uma ótima relação com ela. Mas minha amizade com Aécio tem quinze anos. Ele foi o único cara que eu apoiei publicamente. Sempre tivemos uma amizade muito forte e agora vou apoiá-lo. É meu amigo, confio nele”, afirmou.

56u563u53u53u

Sobre a possibilidade de filiar-se ao PSDB, partido do amigo, Ronaldo descarta. “Não sou filiado a nenhum partido, não tenho pretensão de entrar para a política. Voto declarado, mesmo, só no Aécio”. Ronaldo confirmou ainda sua participação na campanha do candidato tucano. “Alguma coisa [vou fazer], sim. Justamente num momento em que vai acabar a Copa do Mundo e eu precisava de umas férias. Foram dois anos de luta e batalha para esta Copa. Mas vou fazer”, afirmou o ex-jogador.

 

Fonte: Veja

Compartilhar: