Rosberg vence com sobras GP agitado e abre vantagem na ponta do mundial

Com a quarta vitória na temporada, Rosberg chegou a 190 pontos

Nico Rosberg (ALE) garantiu mais um vitória, desta vez em casa. Foto: Divulgação
Nico Rosberg (ALE) garantiu mais um vitória, desta vez em casa. Foto: Divulgação

Mais líder do que nunca, Nico Rosberg (Mercedes) confirmou o domínio no campeonato e em casa, aclamado pela torcida, venceu o Grande Prêmio da Alemanha, seguido por Valtteri Bottas (Williams), que conquistou seu terceiro pódio consecutivo, e Lewis Hamilton (Mercedes), que largou em 20º e concluiu a prova em terceiro, em uma incrível recuperação.

Com a quarta vitória na temporada, Rosberg chegou a 190 pontos e ampliou a vantagem sobre seu companheiro, que agora tem 176 pontos. A Mercedes permanece isolada no mundial de construtores.

Hamilton, com pneus bastante desgastados, lutou com Bottas pela segunda posição, mas terminou em terceiro, e agora está catorze pontos atrás de Rosberg, que chegou a 190.

O circuito de Hockenheim foi marcado pelo acidente envolvendo o brasileiro Felipe Massa (Williams) logo na primeira curva. Assim como na corrida anterior, em Silverstone, Felipe Massa abandonou a logo na primeira volta. Desta vez, o piloto da Williams, que largou em terceiro, foi atingido na roda traseira por Kevin Magnussen, da McLaren, e capotou. O acidente provocou a entrada do safety car por duas voltas, e a relargada contou com Rosberg ainda na primeira posição, seguido por Bottas e Sebastian Vettel (Red Bull), que ficou com o terceiro lugar do brasileiro.

A direção de prova de Hockenheim investigou a batida e considerou o incidente normal, por isso Magnussen não foi punido e permaneceu na prova, já que seu carro não sofreu os mesmo problemas que Felipe Massa. Na sequência da corrida, as Mercedes, que lideram o campeonato, chamaram a atenção nas pontas opostas. Enquanto o alemão Rosberg, que correu em casa, liderava com sobras, Lewis Hamilton, que teve problemas nos freios nos treinos livres de sábado e largou em 20º após troca da caixa de câmbio, fez uma corrida de recuperação. O inglês ganhou dez posições em doze voltas, e em uma manobra ultrapassou Kimi Raikkonen (Ferrari) e Daniel Ricciardo (Red Rull), alcançando a sétima posição ainda na 13ª volta.

Com estratégia ousada da Mercedes, Hamilton parou apenas na volta 17, e chegou a ficar em segundo lugar, atrás de seu companheiro, que não teve a primeira posição ameaçada em nenhum instante.  Na luta pelo pódio, Bottas, Vettel e Alonso duelaram bastante, e Hamilton permaneceu alternando as posições e tentando chegar.

O GP da Alemanha ainda teve momentos de sustos. Na volta 46 o carro do russo Daniil Kvyat (Toro Rosso) pegou fogo e o piloto precisou sair às pressas, com um certa demora até a chegada da equipe de apoio com os extintores. E na 50ª volta, Adrian Sutil não conseguiu controlar sua Sauber e rodou na curva. O piloto saiu, mas o carro ficou parado em local perigoso, que foi sinalizado com bandeiras amarelas para que os outros pilotos diminuíssem a velocidade. A entrada do safety car chegou a ser cogitada, mas foi evitada pela direção de prova.

Nas últimas voltas uma briga entre Riccardo e Alonso, pela quinta posição, foi emocionante, e o ambos trocaram posições, passando a linha de chegada muito próximos, mas com o espanhol em vantagem.

Confira o resultado oficial do Grande Prêmio da Alemanha:

POSIÇÃO PILOTO PAÍS EQUIPE TEMPO
1 Nico Rosberg ALE Mercedes 67 voltas
2 Valtteri Bottas FIN Williams Mercedes +20s7
3 Lewis Hamilton GBR  Mercedes +22s5
4 Sebastian Vettel ALE Red Bull Renault +44s
5 Fernando Alonso ESP Ferrari +52s4
6 Daniel Ricciardo AUS Red Bull Renault +52s5
7 Nico Hulkenberg ALE Force India Mercedes +64s1
8 Jenson Button GBR McLaren Mercedes +84s7
9 Kevin Magnussen DIN McLaren Mercedes +1volta
10 Sergio Perez MEX Force India Mercedes +1volta
11 Kimi Raikkonen FIN Ferrari +1volta
12 Pastor Maldonado VEN Lotus Renault +1volta
13 Jean-Eric Vergne FRA Toro Rosso Renault +1volta
14 Esteban Gutierrez MEX Sauber Ferrari +1volta
15 Jules Bianchi FRA Marussia Ferrari +1volta
16 Kamui Kobayashi JAP Caterham Renault +2voltas
17 Max Chilton GBR Marussia Ferrari +2voltas
18 Marcus Ericsson SUE Caterham Renault +2voltas
Não completou Adrian Sutil ALE Sauber Ferrari
Não completou Daniil Kvyat RUS Toro Rosso Renault
Não completou Romain Grosjean FRA Toro Rosso Ferrari
Não completou Felipe Massa BRA Williams Mercedes

 

Fonte: Terra

Compartilhar: