Royler Gracie critica duramente a banalização da faixa no Jiu-Jitsu

“Sou totalmente contra esse tipo de conduta que, com certeza, não é e nunca foi o método ou o sistema do Grande mestre Helio Gracie"

Royler é contra o sistema atual de graduação de faixas, assim como seu pai era (Foto Eduardo Ferreira)
Royler é contra o sistema atual de graduação de faixas, assim como seu pai era (Foto Eduardo Ferreira)

Tetracampeão Mundial de Jiu-Jitsu e tricampeão do ADCC, Royler Gracie segue o sistema de graduação implantado por seu pai, o saudoso mestre Helio Gracie. Em entrevista exclusiva à TATAME, o faixa-preta, criticou a graduação online e outros tipos de métodos que vem banalizando a meritocracia da arte suave.

“Sou totalmente contra esse tipo de conduta que, com certeza, não é e nunca foi o método ou o sistema do Grande mestre Helio Gracie. Acho também que todos que têm esse tipo de graduação não deveriam ser reconhecidos – na minha academia, não são. Isso já é um começo, além de se ter um consenso geral”, disse Royler, que aproveitou para alfinetar quem abriu curso de Jiu-Jitsu pela internet.

“É importante lembrar que, há pouco tempo, algumas pessoas falavam que dar faixa pela internet era um absurdo, e, hoje, essas mesmas pessoas estão dando faixa e acham isso a coisa mais normal do mundo. Parece que o dinheiro fala mais alto e pode tudo”.

 

 

Fonte: Tatame

Compartilhar: