Saiba como o caso da bandeirinha Fernanda Colombo saiu do controle

Após erros durante um clássico do futebol mineiro, a assistente de arbitragem foi afastada, virou alvo de críticas machistas e teve até supostas fotos íntimas vazadas na internet - que sequer eram dela

ytjtyjyjtyj

Se você já foi a um estádio de futebol e nunca viu um árbitro ser xingado, é provável que você nunca tenha estado lá de verdade.

Neste ano, desde as primeiras rodadas do Brasileirão, Criciúma, Vila Nova e o próprio Cruzeiro(para citar só alguns) já se queixaram efusivamente da arbitragem. Esses casos, no entanto, foram esquecidos rapidamente. Até agora, o único deslize aparentemente inadmissível foi cometido por uma assistente – Fernanda Colombo, uma mulher, bem gata, e que justamente por isso acabou sendo alvo de uma polêmica sem limites. Em questão de dias, ela foi afastada da arbitragem e teve supostas fotos íntimas circulando pela internet. As imagens, na realidade, são de modelos que nada têm a ver com a história.

Foi no último clássico do futebol mineiro que o caso de Fernanda explodiu. Um impedimento equivocado, assinalado por ela no fim da partida entre Atlético-MG e Cruzeiro, foi alvo de duras – e maldosas – críticas de Marcelo Mattos, diretor do clube celeste: “Se é bonitinha, que vá posar para a Playboy, e não trabalhar com futebol”.

Tanto a beleza da profissional como os comentários do dirigente fizeram a história explodir. E então começou a crucificação.

0e178e90-5113-4e45-880a-4c000027d47c

“A Fernanda está pagando por ser bonita. Se fosse ‘feinha’, ninguém falava dela deste jeito, nem iria misturar erros que acontecem com o fato de ela ser bonita”, diz Luiz Claudio Espindola, presidente da comissão de arbitragem de Federação Catarinense de Futebol. “O gol do Gabriel, do Santos contra o Criciúma, foi em flagrante impedimento. No sábado, o Lúcio fez um gol do Palmeiras no Goiás também impedido. O barulho foi muito menor”.

Seus protestos não adiantaram. Fernanda foi afastada pela CBF. Segundo a entidade máxima do futebol nacional, a intenção foi “preservá-la” e fazê-la passar por uma reciclagem e reavaliação. Procedimento padrão com árbitros e assistentes, segundo eles.

O episódio foi comentado por Ana Paula Oliveira, que também foi assistente de arbitragem e inclusive posou para a Playboy: “Hipervalorizam a atuação dela porque ela é bonita e vão com sete pedras pra cima dela. Virou Maria Madalena e isso não pode acontecer”.

Com o caso já fora de controle, imagens em que Fernanda supostamente aparecia de biquíni começaram a circular por redes sociais e sites.

65u65u4534322

 

Fonte: VIP

Compartilhar:
    Publicidade