Sandra Rosado: “Problemas do governo Wilma de Faria estão superados”

"A nossa candidata ao Senado não tem nada comprovadamente que envolva o seu nome"

79i67856uu

A deputada federal Sandra Rosado (PSB) afirmou que os problemas da gestão Wilma de Faria (PSB) estão superados e o povo do Rio Grande do Norte irá eleger a presidente estadual do PSB senadora da República nas eleições deste ano. “Eu acho que essa questão (escândalos administrativos do governo Wilma de Faria) está inteiramente superada. A nossa candidata ao Senado não tem nada comprovadamente que envolva o seu nome. E o povo, que está se referindo ao nome dela nas pesquisas, é o mesmo que vai elegê-la senadora no RN”, disse Sandra.

Nesta semana, o ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), evitou se comprometer com a defesa de Wilma durante a campanha. Caso ressurjam casos como Operação Hygia, Ouro Negro, Foliaduto, Sinal Fechado e Superfaturamento da Ponte Newton Navarro, onde há implicações para o governo Wilma de Faria, caberá à vice-prefeita e provável candidata ao Senado se defender. O ministro afirmou que, como cabo eleitoral do palanque, irá defender “a chapa”, as qualidades dos seus integrantes, o que eles podem fazer pelo Rio Grande do Norte, mas quem irá julgar será o povo.

Sandra afirma que políticos experientes acumulam naturalmente questionamentos em função do exercício de mandatos e que, durante as campanhas eleitorais, é natural que os questionamentos voltem à tona. “Esse tipo de questionamento aflora muito na campanha. Todo partido tem problemas. No caso de Wilma está claro que o povo apoia o nome dela para o Senado e eu não acredito no nome dela envolvido em nenhum ato de improbidade. Wilma já foi testada quando teve a humildade de assumir a candidatura de vice-prefeita e colaborou enormemente para a eleição de Carlos Eduardo”, observou.

 

“Larissa Rosado está sendo injustiçada”

A deputada federal Sandra Rosado (PSB) afirmou hoje que a candidata do PSB a prefeita de Mossoró na presente eleição suplementar que transcorre naquele município está sendo injustiçada. Sandra desfez boatos de que Larissa seria substituída enquanto candidata. Ela assevera que a parlamentar irá até as últimas instâncias judiciais como candidata. “A candidata é Larissa. Até o fim. Até a última apelação possível”, declarou.

“Acho que Larissa está sendo injustiçada. Porque eu não compreendo como uma pessoa que teve insucesso eleitoral por conta da compra de votos, do abuso do poder econômico, como foi comprovado, e que transformou a eleição nos últimos dias. Não compreendo como uma pessoa é acusada de abuso midiático com frases pinçadas de algum depoimento ou fala”, disse Sandra.

Larissa teve o registro da candidatura julgado hoje – até o final da edição o juiz Herval Sampaio, da 33ª Zona Eleitoral, em Mossoró, não havia divulgado o resultado. Segundo Sandra Rosado, a atual governadora, Rosalba Ciarlini (DEM), quando disputou o Senado, foi inocentada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da acusação de ter feito 167 inserções na TV Tropical durante a campanha de 2006 ao Senado, quando Rosalba era apenas candidata. No caso de Larissa, explicou Sandra, a candidata a prefeita de Mossoró está sendo prejudica porque prestou contas do seu próprio mandato de deputada estadual.

“Quero chamar a atenção que a governadora Rosalba com 167 inserções na TV Tropical foi absolvida no TSE para o Senado, e foi inocentada e transformaram a penalidade em multa, o que é que a determinação realmente determina. Então considero a candidata Larissa, parlamentar que tem tido responsabilidade com a vida política, jamais praticou nenhum excesso, respeitou a lei eleitoral em todos os momentos, pregou eleições limpas e exercitou a caminhada com ética e honradez, seja condenada por um fato desses”, criticou Sandra.

Segundo a deputada federal do PSB, o argumento que está sendo intentado para tirar Larissa da corrida eleitoral não contém pedido de voto, o que causa mais estranheza ainda. “Em nenhuma dessas citações em relação a esse processo, há pedido de voto para Larissa quando da sua candidatura. A acusação que é feita a ela, ao prestar contas do mandato, não podia fazer, quando o que o povo e a própria lei exige é justamente transparência. Então, considero Larissa injustiçada e vamos buscar a Justiça até o fim de nossas vidas. Não é justo o que estão fazendo com Larissa”, afirmou.

Compartilhar: