Sandro Meira Ricci confirmado como o árbitro brasileiro na Copa

No último mês de dezembro, Ricci apitou a final do Mundial de Clubes entre Bayern de Munique e Raja Casablanca

Árbitro apitou a final do último campeonato mundial de clubes. Foto:Divulgação
Árbitro apitou a final do último campeonato mundial de clubes. Foto:Divulgação

A Fifa anunciou nesta quarta-feira os 25 trios de arbitragem e mais oito duplas de apoios que vão trabalhar na Copa do Mundo de 2014. A entidade confirmou o nome de Sandro Meira Ricci como representante do Brasil, ao lado de Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse, auxiliares.

No último mês de dezembro, Ricci apitou a final do Mundial de Clubes entre Bayern de Munique e Raja Casablanca, vencida pelo time alemão por 2 a 0, e também contou com Carvalho e Van Gasse como auxiliares.

O árbitro brasileiro foi centro de uma polêmica no Brasileirão 2010, quando marcou um pênalti para o Corinthians no final de um jogo contra o Cruzeiro, no Pacaembu. O lance, cometido pelo zagueiro Gil sobre o atacante Ronaldo, acabou provocando a ira do então técnico do time mineiro, Cuca, e de dirigentes da Raposa. No ano seguinte, voltou aos holofotes com o processo contra Neymar, após o então jogador santista ter criticado a atuação de Ricci em sua página no Twitter. O atacante foi condenado a pagar multa de R$ 15 mil ao árbitro.

O espanhol Carlos Velasco Carballo também foi escolhido pela Fifa para apitar na Copa do Mundo. O árbitro traz tristes lembranças para a torcida do Atlético-MG, já que apitou o jogo que terminou em vexame histórico do Galo contra o Raja Casablanca na mesma edição do Mundial de Clubes, no ano passado.

Mas nem tudo é má recordação para os mineiros entre os árbitros escalados para a Copa do Mundo. O colombiano Wilmar Alexander Roldan Perez também apareceu na lista da Fifa e foi o responsável por apitar a final da Libertadores da América do ano passado, quando o Galo bateu o Olímpia no Mineirão, nos pênaltis, e ficou com o título inédito.

O inglês Howard Webb foi escalado para a segunda Copa do Mundo de sua carreira. Na primeira, em 2010, na África do Sul, o árbitro apitou nada menos do que a final entre Espanha e Holanda.

Fonte:Uol

Compartilhar:
    Publicidade