Se estivesse vivo, o Rei do Rock, Elvis Presley completaria 79 anos hoje

Segundo pesquisas, Elvis Presley foi o homem mais fotografado do mundo, como também o rosto mais divulgado do seculo XX

Elvis Aaron Presley morreu em 16 de agosto de 1977, em sua mansão, em Graceland - Memphis. Foto: Divulgação
Elvis Aaron Presley morreu em 16 de agosto de 1977, em sua mansão, em Graceland – Memphis. Foto: Divulgação

Hoje é dia de rock!!! Dia para cantar com o todo-poderoso Elvis Presley, que faria hoje 74 anos!! Elvis Aaron Presley nasceu em 8 de janeiro de 1935, no Mississipi, e iniciou sua estrondosa carreira profissional em 1954, na Sun Records, onde gravou um disco de blues. Sucesso nas rádios, começou a fazer shows e emplacou como ator de cinema, pois além da bela voz, o visual também agradava. Elvis virou mania, virou religião. E, mesmo depois de sua morte, em 16 de agosto de 1977, o Rei continua em alta. Então, que tal começar o dia ao som de Elvis Presley:

O rock’n’roll já havia chegado ao topo das paradas no ano anterior, com Bill Halley, mas a grande avalanche cultural que o gênero provocaria começou de fato num domingo, 9 de setembro de 1956, quando Elvis Presley apareceu no programa de maior audiência da TV americana, o “Ed Sullivan Show”. Estima-se que 54 milhões de pessoas assistiram a Elvis; um terço da população americana. Quatro canções, “Don’t be cruel”, “Love me tender”, “Ready teddy” e “Hound dog”, foram suficientes para despertar o furacão.

Década de 60: Americanos requebravam ao som do Rock n' Roll. Foto: Divulgação
Década de 60: Americanos requebravam ao som do Rock n’ Roll. Foto: Divulgação

Consta que Ed Sullivan em princípio era contra a apresentação em seu show daquele cantor de 21 anos que tivera sucesso em seu concorrente, o “Milton Berle Show”, depois de ter-lhe sido oferecido por módicos US$ 5 mil. Acabou pagando, seis meses depois, US$ 50 mil para ter o rapagão de olhos azuis, cabelos pintados de asa-da-graúna e voz de negro, em três apresentações.

Nas duas seguinte, sua produção entendeu que o melhor seria só focalizar o fogoso garotão da cintura para cima. Chacoalhando seus quadris, sem que nenhuma teoria ali se expusesse, Elvis Presley balançou todas as estruturas sociais do planeta.

Elvis ao lado do ex-presidente americano, Nixxon. Foto: Divulgação
Elvis ao lado do ex-presidente americano, Nixxon. Foto: Divulgação

E nada disso passava em sua cabeça em 1953, quando era chofer de caminhão e entrou numa loja de Memphis para gravar duas músicas, “My happiness” e “That’s when your heartaches begin”, para a mamãe Gladys.

Elvis ao lado de Frank Sinatra, Fred Astaire e Joe Exposito. Foto: Divulgação
Elvis ao lado de Frank Sinatra, Fred Astaire e Joe Exposito. Foto: Divulgação

Um ano depois o dono deste estúdio o chamou de volta para lhe propor gravar mais umas canções. Uma delas, “That’s all right mama”, estourou em várias rádios do interior e lhe rendeu um belo contrato com a RCA, onde ficaria até morrer, em 1977. Seu empresário, o “Coronel” Parker, o levou para outros caminhos, enquanto outros assumiam a bandeira do rock, mas ninguém tirou do caipira de voz negra o título de Rei.

Elvis com a ex-mulher Priscilla Presley e a filha Lisa Marie. Foto: Divulgação
Elvis com a ex-mulher Priscilla Presley e a filha Lisa Marie. Foto: Divulgação

No site do cantor, edições especiais de aniversário. Confira: http://www.elvis.com/

 

Conheça as 10 curiosidades sobre Elvis Presley

1. Gladys Love Smith Presley era uma mãe-coruja. Até entrar no Ensino Médio, acompanhava Elvis na ida e na volta da escola todos os dias e o fazia usar seus próprios utensílios para não se contaminar com os germes de outros estudantes. O jovem era proibido de nadar e fazer qualquer coisa considerada perigosa pela mãe.

2. Ganhou seu primeiro violão de sua mãe em seu aniversário de 11 anos, em 1946. Tupelo Hardware, a loja onde ela comprou o instrumento, ainda existe em sua cidade natal.

3. Antes da fama, Elvis foi motorista de caminhão para a companhia de energia Crown. Nessa época, quando tentou entrar em uma banda profissional liderada por Eddie Bond, foi rejeitado. O músico disse que “era melhor continuar dirigindo caminhões, porque nunca conseguiria ser cantor”. Meses depois, Elvis gravou “That’s All Right Mama”, que se tornou um hit em Memphis. Com o sucesso, Eddie Bond convidou o cantor para sua banda. Elvis recusou educadamente.

4. Elvis Presley foi convocado pelo Exército dos Estados Unidos no dia 24 de março de 1958. Sua mãe, Gladys, morreu um dia depois da volta do cantor para casa, em 14 de agosto de 1958.

5. Antes de morrer, Elvis Presley consumia cerca de 94 mil calorias por dia. Só o café da manhã dele incluía mais de 5 mil calorias: 6 ovos quentes com manteiga, ½ quilo de bacon, 250 gramas de linguiça e 12 biscoitos amanteigados.

6. Nos anos 60 os Beatles fizeram uma visita ao Rei do Rock. Jogaram bilhar e cantaram juntos, mas, para a tristeza dos fãs, não gravaram as músicas.

7. Na primeira vez que apareceu na televisão americana em rede nacional, Elvis não foi filmado da cintura para baixo por causa de sua dança “imoral”.

8. No dia 15 de agosto de 1977 foi tirada a última foto de Elvis. Ele entrava pelos portões de sua casa vindo do dentista.

9. O corpo de Elvis foi sepultado inicialmente no cemitério de Forest Hill, em Memphis. No entanto, uma tentativa de roupo de seu corpo fez com que a família mudasse o túmulo para um jardim atrás da mansão Graceland. A mansão é o segundo ponto mais visitado dos Estados Unidos, perdendo apenas para a Casa Branca.

10. Os macacões brancos que marcaram a fase final da carreira de Elvis foram criados por ele mesmo, inspirado nos quimonos de caratê. O cantor era faixa preta no esporte.

 

Fonte: O Globo
Compartilhar:
    • samara ROCK

      elvis é meu rei sempre sera nao importa onde esteja
      ”ELVIS PRESLEY” parabens por ser tao querido e especial..
      Todo dia é dia de rock …!!!

    Publicidade