Secretaria Municipal de Sáude assina contrato com o INCOR de Natal

Durante a assinatura do contrato, o diretor Técnico do INCOR, Álvaro Roberto Barros Costa, disse que uma vez que o repasse fosse feito, o hospital faria sua parte de diminuir a atual fila de pacientes, priorizando os casos mais graves

O contrato foi assinado pelo diretor Administrativo do Instituto do Coração, Francisco Ângelo Queiroz Chaves, e pelo diretor Técnico, Álvaro Roberto Barros Costa. Foto:Divulgação
O contrato foi assinado pelo diretor Administrativo do Instituto do Coração, Francisco Ângelo Queiroz Chaves, e pelo diretor Técnico, Álvaro Roberto Barros Costa. Foto:Divulgação

Um contrato assinado hoje pela manhã, pelo secretário municipal de Saúde Cipriano Maia, com o Instituto do Coração de Natal (INCOR) garantirá a regularização dos serviços Ambulatoriais e de apoio diagnóstico para pacientes externos, e Hospitalares, para procedimentos de Média e Alta Complexidade (MAC), de Cirurgia Cardiovascular e Procedimentos em Cardiologia Intervencionista e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica.

O contrato, com vigência de cinco anos, garantirá um repasse de aproximadamente R$1,3 milhões/mensais ao INCOR, que deverá diminuir uma fila de 50 crianças que estão à espera de cirurgias cardíacas, devido a entraves burocráticos gerados pela não renovação do contrato no início do ano de 2013, o que gerou atraso no pagamento dos procedimentos hospitalares e a consequente suspensão dos serviços.

O contrato foi assinado pelo diretor Administrativo do Instituto do Coração, Francisco Ângelo Queiroz Chaves, e pelo diretor Técnico, Álvaro Roberto Barros Costa.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Cipriano Maia, a dívida da Secretaria Municipal de Saúde com o Instituto do Coração foi gerada pela não renovação de contrato, por parte do prestador de serviços. Com isso, o pagamento dos procedimentos realizados até novembro passado teve que ser feito por regime de indenização, que é um processo mais demorado.

Ainda no início da tarde desta sexta-feira (31), a SMS liberou o pagamento de R$ 849.874,26 para o INCOR, referente à prestação de serviço dos meses agosto, setembro e outubro. Outro processo de pagamento relativo a julho, no valor de R$ 261.446,98 deverá ser pago no decorrer da próxima semana. Um terceiro processo de pagamento, com os valores do mês de novembro de 2013 (R$ 367.031,78) só deu entrada na SMS no dia 29 deste mês de janeiro e segue o rito processual. Pela prestação de serviço até dezembro passado, o INCOR teria a receber R$ 1.478,353, 02.

Durante a assinatura do contrato, o diretor Técnico do INCOR, Álvaro Roberto Barros Costa, disse que uma vez que o repasse fosse feito, o hospital faria sua parte de diminuir a atual fila de pacientes, priorizando os casos mais graves.

Compartilhar:
    Publicidade