Seleção brasileira vai usar pulseira inteligente da Nike na Copa

Nike dá a Neymar e companhia um gadget de presente: trata-se da Nike+FuelBand SE Metaluxe, pulseira inteligente exclusiva lançada pela empresa de olho na Copa

FuelBand Metaluxe: Brasil, França, EUA e Inglaterra serão únicas equipes na Copa com gadget. Foto: Divulgação
FuelBand Metaluxe: Brasil, França, EUA e Inglaterra serão únicas equipes na Copa com gadget. Foto: Divulgação

Neymar e companhia ganharam da Nike um gadget especial nesta semana. Trata-se da pulseira inteligente Nike+FuelBand SE Metaluxe. Além da Seleção Brasileira, os times dos EUA, Inglaterra e França também vão ter acesso à novidade.

Embora planeje lançar o gadget no mercado ainda em 2014, a Nike desenvolveu uma versão exclusiva para as quatro equipes – que vão disputar a Copa do Mundo. Batizado de Yellow Gold, o modelo conta com o logo da federação correspondente a cada time numa pequena peça dourada. Mas, pelo que se sabe, os jogadores não serão obrigados a usar o gadget.

No mais, a pulseira é bem parecida com a Nike+FuelBand SE, modelo anterior da empresa. Basicamente, o gadget se conecta a smartphones e outros dispositivos e monitora atividades físicas por meio do software NikeFuel.

Foco no software

Na última semana, a Nike demitiu 70 funcionários. Eles eram responsáveis pelo desenvolvimento das novas pulseiras inteligentes da empresa. De acordo com CNET.com, a intenção da empresa agora é focar mais no NikeFuel do que em dispositivos.

Em breve, a Nike deve passar a fornecer o software de computação vestível a fabricantes de pulseiras inteligentes e outros gadgets. Até a toda-poderosa Apple poderia adotar o NikeFuel no iWatch, relógio inteligente que estaria sendo desenvolvido pela empresa criadora do iPad.

Quando se trata de tecnologia, a Nike não se limita a gadgets. Fornecedora das camisas de 10 das 32 seleções que participam da Copa do Mundo de 2014, ela investiu em tecidos fabricados a partir de garrafas PET e capazes de transferir o suór dos jogadores para fora da camisa – facilitando assim a evaporação.

Resta saber se, dentro de campo, os jogadores vão fazer jus a tanto investimento.

 

Fonte: Exame

Compartilhar:
    Publicidade