Seleção começa treinos tratando de cansaço e sem preocupação com a bola

Em Teresópolis, comissão técnica testa físico de atletas antes de testar formações do time

Felipão conversa com Marcelo em treino. Foto: Divulgação
Felipão conversa com Marcelo em treino. Foto: Divulgação

A estafante temporada europeia pela qual passaram 19 dos 23 convocados por Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo terá reflexo direto nos primeiros dias de treinos da seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis. A casa do time nacional antes da estreia contra a Croácia, dia 12, terá antes de um esboço de time titular, muitos treinos físicos. O time se apresenta na cidade da região serrana do Rio no final da manhã deste domingo.

Carlos Alberto Parreira, coordenador da seleção brasileira, aposta no descanso e na preparação física nos próximos dias para que todos os jogadores cheguem bem na abertura do Mundial. “Os jogadores estão descansando, o que eu acho super merecido, para que eles venham com as energias carregadas e prontos para enfrentar essa maratona de 46 dias”, disse Parreira em evento da Unicef na última semana. Na sua conta, estão além dos 18 dias até a estreia os outros 28 até a véspera da final, dia 13 de julho. “Do início da preparação até a final, e nós estaremos lá, serão 46 dias”, confirmou.

Apenas os goleiros reservas Jefferson e Victor e os atacantes Fred e Jô, que atuam no Brasil, tiveram uma sequência menor de jogos desde a Copa das Confederações por terem tido férias no período.

Este será um dos menores períodos de treinos de uma seleção brasileira antes de uma Copa: 16 dias, entre 26 de maio e 12 de junho (todos ganharão uma folga no dia 7).

A maioria dos jogadores poderia ter se apresentado na última semana, mas houve consenso na comissão técnica que era preciso dar aos jogadores um período maior de descanso. Apenas Marcelo, campeão europeu com o Real Madrid, jogou nos últimos dias. Por causa do título, ele foi liberado para se apresentar na quarta-feira.

Entre segunda e quarta-feira estão agendadas cinco sessões de exames médicos e físicos com os jogadores. Somente na quinta, provavelmente sem Marcelo, é que Felipão poderá formar um time em campo, faltando 13 dias para a estreia. Os amistosos contra Panamá, dia 3, em Goiânia, e Sérvia, dia 6, em São Paulo, darão o tom das mudanças do time.

No dia da convocação, no dia 7 de maio, Felipão deixou claro que estava atento aos problemas físicos que alguns de seus principais jogadores viveram na reta final da temporada na Europa. Oscar e Neymar não tiveram sequencia em seus clubes e os dois, titulares na Copa das Confederações, são a base do time que inicia os treinos no campo na quinta-feira.

Parreira afirmou que o time encontrado na Copa das Confederações servirá de base no início do trabalho. Na final contra a Espanha os titulares foram Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Destes, apenas Luiz Gustavo e Paulinho têm suas posições ameaçadas. Fernandinho começa os treinos com moral pelo ótimo final de temporada com o campeão inglês Manchester City.

Fonte: IG

Compartilhar:
    Publicidade