Separação ajudou Chris Martin a criar o novo disco do Coldplay

Ghost Stories, sexto álbum da banda de Chris Martin, chega às lojas em maio deste ano

iHeartRadio Music Festival - Day 1 - Show

Chris Martin, vocalista do Coldplay, disse que ele é responsável pela “separação consciente” da esposa, a atriz Gwyneth Paltrow, com quem teve dois filhos. “Há dois anos, eu estava confuso, mesmo, porque eu não conseguia curtir as coisas nas quais somos bons e não conseguia curtir as coisas a minha volta porque estava sobrecarregado com isso”, disse Martin em entrevista à emissora britânica BBC Radio 1. “Eu preciso assumir a culpa e fazer algumas mudanças.”

O músico citou os problemas pessoais como causadores do afastamento do casal. “Eu não usaria a palavra colapso – foi mais um entendimento sobre tentar amadurecer, basicamente”, disse ele. “Se você não pode se abrir, não consegue apreciar as maravilhas dentro de você. Então você pode estar com alguém incrível, mas não permitir que isso seja celebrado da maneira correta por conta dos seus problemas pessoais.”

O processo de separação influenciou as músicas que integram o próximo disco do Coldplay, Ghost Stories, que será lançado no dia 19 de maio. Martin disse, hipoteticamente, que “todo mundo precisa ser ferido de alguma maneira”, ou seja, todo mundo precisa lidar com dificuldades pessoais – e Martin usou-as como inspiração criativa. “Você não pode fugir destas coisas”, ele disse. “A vida te lança esses desafios… O que nós decidimos fazer em Ghost Stories foi ser realmente honestos sobre isso e dizer: ‘Foi isso aconteceu’.”

Apesar da faixa “Oceans” parecer tratar do fim de um relacionamento, ele disse que a música inspirada por essas percepções foi “Magic”, na qual ele canta que “quero mais ninguém além de você” repetidamente. “Não é uma questão sobre amar muito, ou odiar muito alguém, há mais nuances – especialmente com as complicações do mundo moderno – como viajar e essas coisas da vida, como doenças e vícios, esse tipo de coisa, por exemplo”, disse Martin à BBC. “Só dizendo – por fim – existe mágica entre duas pessoas, não importa o que os outros pensem.”

Além do relacionamento, Martin também discutiu seu plano de lançar as letras do álbum pelo mundo. As letras manuscritas por Martin foram escondidas em livros sobre fantasmas em livrarias ao redor do mundo. O grupo está postando pistas sobre o paradeiro delas pelo Twitter do grupo. Um dos envelopes contém um bilhete dourado. Quem encontrar irá para Londres, com um convidado, assistir ao Coldplay se apresentar no Royal Albert Hall em julho.

Ele também falou sobre outro grupo pop britânico. “Estou dizendo que One Direction é brilhante e eu não estou zoando”, ele disse. “Sabe por quê? Porque as músicas são ótimas e acho que nenhum deles vai seguir carreira solo. Harry compareceu a shows nossos. Eu fiquei apaixonado pelo cabelo dele. Senti uma onda de calor.”

 

Fonte: Rolling Stone

 

Compartilhar:
    Publicidade