Serena Williams: ‘Não podia comer, beber e nem sair da cama’

Norte-americana fala sobre doença que afetou seu desempenho em Wimbledon

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em entrevista ao jornal USA Today, a norte-americana Serena Williams falou pela primeira vez dos problemas de saúde que teve desde Wimbledon. Na ocasião, a número 1 do mundo foi derrotada pela francesa Alize Cornet na terceira rodada na chave de simples e abandonou um jogo de segunda rodada na chave de duplas após sentir-se mal em quadra.

“Depois do jogo contra Cornet, não me senti nada bem e piorei. Não podia sair da cama. Antes do jogo de duplas, me sentia horrível. Depois, não podia comer, beber, não podia fazer nada…Estava muito enjoada”, disse Serena, que se arrependeu de ter entrado em quadra para o jogo de duplas:

“Agora, se eu me sentir mal como naquele dia, não vou jogar. Tive muito medo porque só mais tarde fui me dar conta do que estava sentindo”.

Serena explicou que submeteu a alguns exames e que ainda fará outros. Recentemente, sua irmã mais velha, Venus, teve problemas de saúde por conta da síndrome de Sjorgen, uma doença autoimune que afeta os níveis de energia, causa fadiga e dores nas articulações.

Enquanto não descobre nada mais sério, a número 1 do mundo está pronta para voltar à quadra. Ela estreia no WTA Premier de Stanford, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira, diante da tcheca Karolina Pliskova, número 45 do mundo.

Fonte: IG

Compartilhar:
    Publicidade