Grevistas de Parnamirim farão ato por abertura da UPA Nova Esperança‏

Mesmo com orçamento garantido, unidade continua fechada. Categoria culpa Prefeitura

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (13), os servidores da saúde de Parnamirim, em greve desde o dia 19 de maio, farão um ato público pela abertura da UPA do bairro de Nova Esperança, em Parnamirim. A categoria convocou a população a participar da manifestação, que tem concentração marcada para às 8h, em frente à UPA.

Os servidores alegam que, mesmo com orçamento garantido para a abertura da UPA, o prefeito Maurício Marques se nega a abrir a unidade. “Essa UPA já deveria estar aberta, mas o prefeito Maurício tem se negado a abri-la, prejudicando principalmente a população da comunidade de Nova Esperança, que está carente de serviços de saúde pública”, afirmou Edgard Aurino, diretor do Sindsaúde-RN.

Edgard ainda atribui a responsabilidade pela falta de atendimento ao governo municipal: “Não é por causa da greve que a população está sem atendimento. A greve é o ponto máximo de uma situação de descaso que vem se acumulando há muito tempo por parte da prefeitura e que ninguém aguenta mais. A UPA de Nova Esperança, que ainda não abriu por falta de iniciativa do prefeito Maurício, é prova disso”, completou o sindicalista.

A principal reivindicação dos servidores é a criação do PCCS da categoria, que deveria ter sido feito no final do ano de 2012. Além disso, a categoria ainda denuncia uma crise na saúde pública do município, diante da falta de profissionais, de insumos básicos (inclusive para urgências e emergências) e de estrutura física adequada nas unidades de saúde. Os servidores também cobram Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para todos os profissionais, principalmente os auxiliares de serviços gerais (ASGs).

Nesta quinta-feira (12), os servidores terão uma audiência com o secretário-chefe do Gabinete Civil, Henrique Costa, para discutir a pauta da greve da saúde. O encontro acontece às 10h, no Centro Administrativo de Parnamirim. Ontem (10), durante um ato público promovido pela categoria em frente à Prefeitura, os servidores entregaram uma cópia do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores para o chefe de gabinete e esperam que as negociações possam avançar na audiência desta quinta.

 

Compartilhar: