Sesap realizará ações de prevenção ao HIV na Fun Fest da Copa em Natal‏

A estimativa da ação é realizar 60 testes por dia

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Programa Estadual de DST Aids e Hepatites Virais, da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), estará desenvolvendo várias ações de prevenção as doenças sexualmente transmissíveis junto ao público da Fifa Fan Fest, como a realização de testes rápidos para o diagnóstico do HIV e distribuição de material preventivo no período de 12 de junho a 13 de julho.

A ação se desenvolve atendendo a proposta da estratégia do Proteja o Gol lançada oficialmente no dia 09 de junho na cidade de Salvador, pelo Departamento de DST Aids e Hepatites Virais e UNAIDS, numa parceria do Ministério da Saúde com o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV e Aids (UNAIDS) para a promoção de ações de prevenção e testagem do HIV e Aids nas cidades-sede da Copa do Mundo no Brasil,

A ação se dará no horário de 13h as 17h durante todo o Fun Fest da Copa 2014, que transcorrerá no período compreendido nos dias 12, 13, 16, 17, 19, 23, 24 e 28 de junho e nos dias 04, 07, 08 e 13 de julho na Praia da Forte, próxima à Fortaleza dos Reis Magos em Natal. A estimativa da ação é realizar 60 testes por dia, contando com a parceria voluntária dos representantes do Movimento Social de Luta contra a Aids e da União dos Escoteiros do Brasil, sendo esta coordenada e realizada pela Sesap em parceria com a Secretaria de Saúde da capital.

Além das ações em Natal, a Sesap enviou nota a todos os municípios do estado informando que solicitou ao Ministério da Saúde uma cota extra de insumos de prevenção, que estes podem procurar suas Unidades Regionais de Saúde.

“As atividades de prevenção devem ocorrer durante todo evento da Copa e período junino, onde é possível fazer uma grande mobilização social para relembrar a importância do combate a doenças sexualmente transmissíveis e despertar na população a consciência da necessidade da prevenção, reforçando que a resposta às epidemias é de responsabilidade de todos”, destaca Sônia Lins responsável técnica pelo Programa Estadual de DST Aids e Hepatites Virais.

Compartilhar:
    Publicidade