Sétimo brasileiro é demitido do UFC em 2014 em menos de quatro meses

Renée Forte é mais um a deixar a organização após resultados negativos

Reneé Forte. Foto: Divulgação
Reneé Forte. Foto: Divulgaçãoq

O ano de 2014 vem sendo complicado para o Brasil, no MMA. Até abril, sete foram cortados dos planos do UFC, sendo a maioria dos casos por conta de uma sequência de resultados negativos. Foi o caso do peso-leve (70 kg) e membro da primeira edição do TUF Brasil, Renée Forte. Com três derrotas e apenas uma vitória, o cearense deu adeus ao evento nesta segunda-feira (21) de acordo com o site americano Bloody Elbow.

Uma semana antes de Renée Forte ser mandado embora, alguns brasileiros também se deram mal na organização. Outro membro do TUF Brasil 1 acabou deixando o Ultimate, que foi o caso do meio-médios (77 kg) Thiago ‘Bodão’. O lutador perdeu duas lutas consecutivas por nocaute nos últimos meses.

Outro que foi junto com ‘Bodão’ foi o peso-médio (84 kg), Ronny Markes. O atleta da Nova União até que começou bem no UFC, vencendo três lutas seguidas. No entanto, após dois revezes e não ter batido o peso em sua última aparição diante de Thiago ‘Marreta’, o evento decidiu demiti-lo.

E o último anunciado na metade do mês de abril foi o peso-leve (70 kg) Rafaello Oliveira, que por sinal, é a segunda vez que ele é demitido do evento. Na primeira vez o pernambucano saiu com uma vitória e duas revezes. Desta vez, ele foi mandado embora com um triunfo e mais quatro derrotas, a última por nocaute técnico.

Fonte:R7

 

Compartilhar:
    Publicidade