Show Roberta Sá pode arrecadar R$ 100 mil para Catedral Metropolitana

Dinheiro será usado nos serviços contra as Infiltrações ocasionadas em período de chuvas e projeto de revitalização

76i67i67i65rthryurt

Carolina Souza

acw.souza@gmail.com

A importância religiosa, turística e cultural que a Catedral Metropolitana representa para Natal está atraindo diversos parceiros e voluntários em defesa da campanha de arrecadação de custos para revitalização do espaço. A potiguar Roberta Sá, cantora de renome nacional e internacional, será uma das grandes ajudas nesse projeto, através de um show beneficente voltado exclusivamente para a causa. O show, produzido pela equipe da própria cantora, acontecerá no Teatro Riachuelo, no próximo dia 4 de junho.

As opções de preço do ingresso variam de R$ 60,00, valor referente à meia-entrada do Balcão Nobre, até R$ 140,00 , valor inteiro cobrado para as plateias A e B do Teatro. Com a expectativa de lotação da casa no dia do show, a arrecadação está estipulada em torno de R$ 100 mil – valor que ajudará a custear parte das obras pelas quais a Catedral passará nos próximos meses.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (21), o padre Valdir Cândido de Morais, pároco da Catedral, explicou que o espaço carece de reparos no que diz respeito às infiltrações, acessibilidade e revitalização, como troca de bancadas, instalações hidráulicas e elétricas e demais exigências legais pelo Corpo de Bombeiros nunca realizadas. O projeto arquitetônico da Catedral Metropolitana é de 1972 e, naquela época, não havia tantas exigências conforme estabelece o atual plano diretor de Natal.

“Quando enfrentamos período de chuvas fortes, por exemplo, temos que parar todas as atividades da Catedral, tendo em vista os sérios problemas de infiltrações na laje. A Catedral fica parecendo uma banheira cheia de água, problema esse que vem ocorrendo desde 2010. Com verba já assegurada pelo Governo do Estado, estamos dando início ao processo de reparação na laje, que hoje é o problema mais sério que estamos enfrentando”, afirmou padre Valdir Cândido.

O pároco explicou que uma emenda parlamentar no valor de R$ 650 mil, mais contrapartida da Catedral de R$ 65 mil, servirão para aplicação de uma manta impermeabilizante para sanar problemas de infiltração acumulados nos últimos quatro anos. Os recursos já estão garantidos, liberados via Fundação José Augusto (FJA), já que o prédio é tombado pelo Estado. O valor da manta de evalon, de fabricação alemã, com garantia de 10 anos e vida útil estimada em 20 anos, é de R$ 573,4 mil.

O projeto de impermeabilização foi feito pela empresa paulista Proasp, a mesma responsável pelo projeto de oito dos 12 estádios da Copa da FIFA 2014. As obras para aplicação da manta terão início nesta semana e têm previsão de conclusão em 90 dias. De acordo com Valmir, as atividades na Catedral permanecerão inalteradas, interrompidas apenas em dias de chuva forte.

O restante da verba já assegurada, mais aquilo que será arrecadado com o show beneficente de Roberta Sá, será aplicada em outra etapa da obra. Essa etapa incluirá serviços de acessibilidade em todo o espaço, além de adequações nas medidas de segurança para casos de incêndio, exigências do Corpo de Bombeiros para que seja liberado o Habite-se. Esse serviço tem o custo estimado em R$ 200 mil.

“Ainda haverá outros serviços a serem feitos, como troca de bancadas, instalações elétricas, melhoria nas grades que cercam a Catedral, enfim, coisas que na última reforma realiza em 2009 não puderam ser contempladas”, disse Valdir. “Neste momento iremos focar nas obras mais urgentes e futuramente, reforçando nossa campanha em outros momentos, explorar esses pontos menos urgentes”, afirmou.

Para Valdir Cândido, a adesão de Roberta Sá à ação voluntária é um grande exemplo de solidariedade. “Ela nos foi bastante solícita e se colocou para ajudar com aquilo que sabe fazer muito bem: cantar. Toda a produção partirá dos profissionais que já trabalham com ela. Ou seja, será um show como qualquer outro que ela sempre fez”, destacou.

A produtora Diva Cunha, profissional da Destaque Promoções e voluntária na ação, falou sobre a representatividade que a cantora potiguar tem em Natal. “Roberta é potiguar e está vivendo um ótimo momento em sua carreira, sempre valorizada pelos natalenses. Precisávamos de um grande ‘ponta pé’ inicial nessa campanha e acreditamos que ela tinha tudo para contribuir com essa causa”, disse. “Agora é o momento de atrair cada vez mais voluntários, prestigiando o show de Roberta Sá e contribuindo com a arrecadação de verba para as obras na Catedral Metropolitana”.

Compartilhar: