Shows na árvore de Mirassol vem causando diferentes transtornos

reclamam que todas as noites são surpreendidos por veículos estacionados na frente dos portões das suas garagens

Moradores criticam a falta de policiamento constante nas proximidades da árvore natalina. Foto: Divulgação
Moradores criticam a falta de policiamento constante nas proximidades da árvore natalina. Foto: Divulgação

Além de terem que conviver com a falta de segurança, iluminação pública e manutenção da área no entorno da árvore de Mirassol durante o ano, os moradores da região sofrem também com o descaso e a falta de educação de motoristas durante os festejos natalinos, que se estendem até o dia 6 de janeiro. Eles reclamam que todas as noites são surpreendidos por veículos estacionados próximo ou na frente dos portões das suas garagens, impedindo muitas vezes a saída das residências.

Um morador, que não quis se identificar, revelou que os motoristas que frequentam as festas natalinas realizadas pela Prefeitura Municipal de Natal na área não respeitam os limites das calçadas e ruas e estacionam seus veículos em qualquer lugar. Ele disse ainda que, em muitas ocasiões, os motoristas colocam os carros ou motocicletas encostados na frente dos portões, restando apenas uma brecha para as pessoas passarem.

“É um absurdo uma situação dessas e o pior, acontece todo santo dia. Eles não respeitam a entrada das garagens das nossas residências, estacionam de qualquer jeito e na frente de portões de pedestres e de veículos também, em cima das calçadas e, em alguns casos, até em fila dupla, em ruas que geralmente são apertadas”, desabafou.

E, quanto mais perto da árvore, pior a situação. Revoltada, uma moradora que reside no local há vários anos, foi pega de surpresa ontem à noite, quando precisou sair de carro com a mãe, com quase 90 anos de idade, e havia um carro com o logotipo da Prefeitura de Natal estacionado em frente ao portão da sua garagem.

Ela disse que passou das 19h50 até as 21h20 de ontem procurando o motorista do veículo oficial, um modelo Gol prata de placas OKB-9748, para poder sair de casa. E que o homem só apareceu depois que uma viatura da Polícia Militar chegou ao local. Para ela, falta controle dos órgãos de trânsito para ordenarem o estacionamento dos veículos das pessoas que frequentam as festas natalinas.

“Anunciamos quatro vezes pelo sistema de som da festa, mas ele só veio coma presença da PM. Mentiu para o policial, discutiu com o meu marido e depois que saiu, ainda debochou de nós. Uma total falta de respeito. E o que é pior, com um veículo oficial da Prefeitura de Natal”, explicou.

 

Assaltos e invasões a residências no restante do ano

Uma dona de casa disse ainda que o problema é recorrente quando há eventos no local e que, por causa disso, já pensa em vender a residência da família, onde mora há vários anos. E os transtornos não acontecem só durante os eventos natalinos, mas também durante todo o ano, quando o local fica praticamente abandonado.

“É problema sempre. No restante do ano, sofremos com a falta de segurança, de manutenção da praça e de iluminação também, o que faz com que apareçam moradores de rua ou mesmo ladrões. Só a minha casa já foi invadida quatro vezes e, na última, os ladrões levaram o veículo de um visitante nosso, por volta do meio-dia, o que mostra que eles não estão nem aí para nada. Agem a qualquer hora do dia ou da noite e como não há policiamento constante, se sentem seguros para agirem livremente”, afirmou a mulher.

Compartilhar:
    • Naldinho

      Proposta: Cada morador secar os pneus desse que estacionam em frente as garagens.