Sintro confirma 70% da frota nos horários de pico e Semob avalia greve

Na próxima quarta-feira toda a frota será colocada na rua durante negociação

Greve-dos-onibus--(9)

Com o dissídio coletivo entre motoristas e cobradores e os empresários marcado para a próxima terça-feira (24), o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte (Sintro/RN) afirmou que está cumprindo o índice de 70% de ônibus urbanos e metropolitanos rodando nos horários de pico em Natal e desmentiu a informação que havia ordenado o recolhimento da frota na noite da última quarta-feira, como circulou nas redes sociais.

Segundo o diretor do Sintro/RN, Valdir de Brito, apesar do fracasso nas tentativas de negociações entre a categoria e os empresários, os rodoviários estão cumprindo à risca a determinação judicial desde a segunda-feira passada, com 70% dos veículos circulando nos períodos das 5h às 9 h e das 16h às 20h e com 50% da frota nos demais horários. E que a redução no número de carros nas ruas foi pontual.

“A sociedade pode ficar tranquila porque estamos cumprindo a liminar desde quando fomos notificados e não existe essa história de recolhimento de frota, como disseram. Mas, na última terça-feira soubemos que aconteceu uma redução do número de ônibus circulando na cidade durante o horário do jogo do Brasil, quando apenas 30% dos veículos estavam nas ruas”, afirmou.

Ele falou ainda que, na próxima terça-feira, quando será decidido o dissídio coletivo entre motoristas e cobradores de ônibus e empresários no pleno do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a expectativa é colocar toda 100% da frota nas ruas de Natal durante todo o dia, incluindo o horário do jogo entre Uruguai e Itália. “A previsão é suspender a paralisação neste dia, para demonstrar que realmente estamos dispostos a encerrar o movimento e que não queremos prejudicar a sociedade, apenas lutar pelos nossos direitos”. disse.

Na próxima segunda-feira (23), a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) divulgará um relatório contendo dados referentes aos dias de paralisação do transporte público e uma avaliação do impacto da greve do sistema de transporte coletivo no município. E, hoje à tarde, o prefeito Carlos Eduardo deve receber os representantes do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn), para discutir a greve dos rodoviários.

Compartilhar: