Site oficial de Renato Russo entra no ar, com fotos inéditas e arquivos dos fãs

‘Sou psicótico, igualzinho ao Axl Rose’ e outros pensamentos inusitados também estarão na página

65uhy56u65u65u

Sou psicótico, igualzinho ao Axl Rose”, afirmou Renato Russo em alguma circunstância da vida. Com o objetivo de revelar aos fãs esse e outros pensamentos do líder da Legião Urbana — que preferia os Beach Boys aos Beatles —, entra no ar na noite desta quinta-feira o site renatorusso.com.br, no dia em que o cantor, morto em 1996, faria 54 anos.

— As pessoas conhecem 20% do meu pai — diz Giuliano Manfredini, filho de Renato. — Quero mostrar o que ficou faltando. Ele era artista plástico, tinha talento para os negócios e escreveu roteiros de cinema e teatro, além de me buscar na escola. Minha maior frustração é nunca ter visto um show da Legião, mas, ao contrário da imagem que tinha de roqueiro doidão, ele me criou com disciplina.

O projeto nasce com imagens inéditas do cantor (como a foto acima), espaço para homenagens dos fãs, biografia, catálogos e histórias sobre seu processo criativo.

No fim da noite será publicado um vídeo do show para convidados que acontece nesta quinta, no Barzin, em Ipanema, para festejar o lançamento do site. Dividem o palco Bruno Gouveia, vocalista do Biquíni Cavadão, Kadu Lambach, primeiro guitarrista da Legião, e Fred Nascimento, guitarrista de apoio da banda em seus últimos anos. Nos intervalos, serão tocadas músicas escolhidas da coleção pessoal de Renato, de artistas como Sex Pistols e David Bowie.

O domínio Renato Russo pertencia a uma empresa estrangeira e precisou ser resgatado pela Legião Urbana Produções Artísticas Ltda, por meio de um processo no Centro de Arbitragem e Mediação da Organização Mundial de Propriedade Intelectual.

No site, ainda haverá um espaço dedicado à Legião Urbana. O antigo projeto de transformar em DVD um show da banda de 1994 no Metropolitan (hoje Citibank Hall) está previsto para este ano.

— Vamos descobrir o que os fãs querem: exposições, livros, filmes — explica Giuliano, que também segue em negociações para adaptar a letra de “Eduardo e Mônica” para a telona, assim como foi feito como “Faroeste caboclo”, de René Sampaio (2013). — O vídeo do show de 1994 tem sido muito pedido pelos fãs. É o melhor registro do meu pai, acho que é o principal arquivo em vídeo da banda.

Foto inédita de Renato Russo na Bahia, em 1987, que estará no site Divulgação/ Ricardo Junqueira
Foto inédita de Renato Russo na Bahia, em 1987, que estará no site Divulgação/ Ricardo Junqueira

Autorização de ex-integrantes

A Universal Music confirma o lançamento do projeto para o segundo semestre de 2014, apesar da relação delicada dos ex-integrantes da Legião — o baterista Marcelo Bonfá e o guitarrista Dado Villa-Lobos — com Giuliano.

— A gravadora procurou a gente — diz o baterista. — Dei minha autorização para mexerem no material, mas é preciso fazer ajustes de imagem e som. Lembro que foi um show muito bacana, esgotado, chegamos a fazer uma data extra. Mas não vejo necessidade de lançar CD ou DVD para manter uma história que está totalmente contada na internet. Basta fazer uma busca.

Veja outras frases de Renato Russo que estarão no site:

“O que eu queria mesmo – meu sonho – era ser os Beach Boys. Eu acho as coisas dos Beach Boys mais bonitas que as dos Beatles”

“Broxante, pra mim, é a estupidez, é a pretensão”

“Eu entro no palco com flores porque eu gosto. Faço isso desde que a gente fez um show no Rio, no dia em que o Cazuza morreu”

“Sou anarquista e individualista. Tenho uma visão poética, mas não me considero poeta. Procuro o belo”

“O Brasil é um país que não é uma nação, onde a vitima é ré, e não se respeita mulher, negro e homossexual”

 

Fonte: O Globo

 

Compartilhar: