Sobre traídos e traidores – Danilo Sá

A traição acompanha a humanidade desde sempre. Vide o caso histórico envolvendo Judas e Jesus Cristo, eternizado pela bíblia e…

A traição acompanha a humanidade desde sempre. Vide o caso histórico envolvendo Judas e Jesus Cristo, eternizado pela bíblia e pela fé. Traído com um beijo no rosto de quem considerava um discípulo. É também comum entre os casais, homens e mulheres que acabam jogando casamentos para o alto devido a uma escapada imperdoável.

Há ainda traídos e traidores entre amigos. Sim, aqueles em quem se confia de olhos fechados, as vezes, causam as piores decepções. Não é à toa que o mundo se acostumou a considerar o cão como o melhor companheiro do ser humano, já que os animais jamais rejeitam os seus donos.

Na política não é diferente. Aliás, ao relembrar os principais fatos da história, serão vários os exemplos neste sentido, seja no Rio Grande do Norte, no Brasil, ou nos demais países do planeta. Diz-se, por exemplo, que Napoleão Bonaparte enfrentava constantes conspirações contra ele, inclusive de seus irmãos.

Já o sanguinário Adolf Hitler, segundo contam os historiadores, traiu um pacto de não agressão com o ditador russo Josef Stalin, entre muitos outros, diga-se de passagem. Há ainda os que acreditam em uma polêmica traição de Fidel Castro ao ex-companheiro de jornadas revolucionárias, Ernesto Che Guevara.

No Brasil não é diferente. Os militares passaram a perna no ex-presidente João Goulart. Juscelino Kubitschek, conforme relatam suas biografias, deixava a esposa Sarah em casa para se encontrar com outras mulheres. Já a atriz Irene Ravach, petista histórica, admitiu recentemente se sentir traída pelo PT, diante dos escândalos de corrupção.

Eis que chegamos ao RN, este sim crescido em meio a casos como esse. De Aluizio Alves, Dinarte Mariz e Tarcísio Maia a Garibaldi Filho, Wilma de Faria e José Agripino, são muitas as acusações de traição, de todos os lados. Para uns mais, outros menos, é verdade.

Agora, é a vez de Rosalba, a traída. Após uma amizade de décadas, a governadora terá sua vitoriosa carreira política interrompida não por vontade da população, mas por uma decisão interna do seu partido, liderado por Agripino. Certamente, não será o último caso. De certa forma, vivemos em uma sociedade de traídos e traidores.

LULA-LÁ

De um atento observador da cena política potiguar, após a confirmação de que o DEM não permitirá a candidatura a reeleição da governadora Rosalba Ciarlini: “Será que José Agripino resolveu ajudar o ex-presidente Lula a extinguir com o Democratas?”. Este colunista ouviu a pergunta, que ficou sem resposta entre seus ouvintes.

NOVIDADE

O Diário Oficial do Município trouxe em sua edição de hoje a regulamentação da lei que determina a aplicação da verba indenizatória na casa, em substituição a verba de gabinete. A partir de agora, os vereadores precisarão comprovar os gastos com assessorias e atividades parlamentares, para serem ressarcidos posteriormente pela Câmara Municipal. Um modelo semelhante ao que acontece no Congresso Nacional.

PROJETOS

Em clima de Copa do Mundo, a Câmara Municipal de Natal aprovou esta semana três projetos importantes. O primeiro deles foi a autorização para concessão de adicional aos servidores que estiverem trabalhando durante o evento, como médicos, enfermeiros do Samu, PM’s, etc. Outra foi a aprovação em primeira discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Por último, os vereadores ainda votaram mais uma projeto que fazia parte da reforma administrativa.

ARTICULAÇÃO

O detalhe de todos estes projetos aprovados pela Câmara Municipal, é que ambos tiveram apoio das várias lideranças presentes na casa, seja de oposição ou da base de apoio ao governo. Mais uma vitória da boa articulação política do líder do prefeito na Casa, Júlio Protásio.

PRIORIDADE?

Lamentável o fato ocorrido ontem momentos antes do jogo entre Japão e Grécia, na Arena das Dunas. Dois irmãos cariocas desapareceram no mar da Praia do Meio. Nas buscas, o helicóptero do governo do Estado foi chamado para auxiliar nos trabalhos. A resposta foi negativa. Simplesmente, a prioridade naquela hora era a escolta da princesa japonesa que havia acabado de chegar na cidade.

VAI DEIXAR SAUDADES

Natal encerra sua participação na Copa do Mundo na próxima terça-feira com direito a despedida de honra. O jogo decisivo entre as poderosas seleções da Itália e do Uruguai deve atrair a atenção do mundo. Após a partida, é hora de avaliar os ganhos e as perdas da cidade. E aproveitar o máximo possível a participação no evento.

FORA DE CAMPO

Em tempo: enquanto dentro dos estádios a Copa se consolida como mais um sucesso de público e crítica, do lado de fora continuam os problemas de sempre. Ao contrário do esperado, o mundial não se transformou no auge do governo petista, mas sim em um verdadeiro calo na administração Dilma Rousseff. Agora, é hora do marketing dos candidatos explorar os lados positivos e negativos do evento. Dos dois lados, foram muitos.

HISTÓRICO

Esta Copa já tem algumas imagens eternizadas. Os japonses limpando as arquibancadas é uma delas. Uma dura lição nos brasileiros, tão acostumados a jogar tudo no chão. O choro de Luiz Suares, craque do Uruguai, é outra, assim como a lamentável eliminação da Espanha ainda na fase de grupos. Cenas para a história.

GIRA MUNDO

No Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal — onde estão presos alguns dos condenados pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no caso do Mensalão, como os ex-deputados do PT José Dirceu e José Genoino — também tem Copa. No setor onde ficam os dois políticos e os demais detentos do regime semi-aberto, a presença de TVs é liberada. Desde a última semana, passam o dia ligadas nas partidas do Mundial. Segundo o portal Uol, Dirceu e Genoino passam o dia em tranquilidade e estariam assistindo aos principais jogos juntos, na TV de tela plana que Dirceu possui em sua cela de 23 metros quadrados.

Compartilhar:
    Publicidade