Soldado mata 10 pessoas e fere mais 25 ao abrir fogo em um bar

O assassino se suicidou após causar o massacre

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um soldado das Forças Armadas ugandenses matou pelo menos dez pessoas e feriu outras 25 ao abrir fogo em um bar do distrito ocidental de Ntoroko, confirmaram neste domingo à imprensa fontes militares.

O assassino, que se suicidou após causar o massacre, disparou após ter um incidente por causa de uma mulher com um motorista de uma motocicleta-táxi, na África Oriental.

Testemunhas relataram que o soldado discutiu na sexta-feira à noite quando entrava em um bar com o taxista, que assegurava que a namorada do militar era a sua. Vários colegas do taxista intervieram na discussão e tentaram levar à menina pela força.

Então o militar foi em casa e voltou minutos mais tarde com uma pistola carregada, com a qual disparou de forma indiscriminada contra o grupo de taxistas e os curiosos que presenciavam a desordem.

O porta-voz das Forças de Defesa de Uganda, Paddy Ankunda, pediu desculpas às famílias das vítimas pela ação de seu soldado.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade