STF determina mais de 9 anos de prisão ao deputado mensaleiro João Paulo Cunha

Deputado foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, expediu nesta segunda-feira mandato de prisão contra o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no julgamento do mensalão. A Polícia Federal informou em sua conta no Twitter que ainda não foi notificada para efetuar a prisão. A expectativa é que João Paulo se entregue e seja levado para o Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal.

O petista foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão em regime fechado pelos crimes de lavagem de dinheiro, peculato e corrupção passiva. No entanto, como ainda recorre por meio dos chamados embargos infringentes, João Paulo começará a cumprir pena em regime semiaberto.

O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) em 2003, quando presidia a Câmara. Foto: Divulgação
O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) em 2003, quando presidia a Câmara. Foto: Divulgação

 

Fonte: Veja

Compartilhar: