Suárez largou o álcool e a depressão por amor aos 15 anos de idade

Atacante uruguaio se empenhou no futebol para buscar namorada que se mudou para Barcelona

Luis Súarez com a família. Foto: Divulgação
Luis Súarez com a família. Foto: Divulgação

Muitos veem Luis Suárez como apenas um craque uruguaio que adora dar uma dentada nos outros. Entretanto, o atacante que acaba de ser penalizado por morder o italiano Chiellini também é dono de uma linda história de amor.

Suárez conheceu sua atual esposa, Sofía Balbim, quando tinha apenas 15 anos no ano de 2002. Passava por um momento difícil devido à separação de seus pais.

Pobre, jogava nas divisões menores do time Nacional, do Uruguai, e também varria ruas para conseguir um dinheiro. Sua situação o deixou com depressão e afundado no álcool. Ia mal na escola e queria deixar o futebol, até que conheceu Sofía e resolveu se endireitar.

Ele conta que a menina, que tinha 13 anos na época, o levou para o bom caminho.

“Em meio a tudo isso, eu a conheci na idade perfeita. Era adolescente, mas eu a conheci na hora certa. Ajudou-me a corrigir a mim mesmo, para perceber os que eram os meus amigos e os quem não eram”.

O jogador continuou no futebol e alcançou a primeira equipe do Nacional. Mas antes disso, tudo havia mudado.

A família de Sofía resolveu se mudar para Barcelona no ano seguinte para fugir da crise econômica. Os dois tiveram de se separar. Suárez chorou muito e prometeu que iria buscar ela um dia.

Ele virou um goleador e foi contratado pelo Groningen, da Holanda. Conseguiu, então, em uma situação financeira melhor, convencer os país de Sofía a deixar ele a levar para morar com ele nos países baixos. Ele tinha então 19 anos e ela 16. Não se separaram nunca mais e o tempo passou.

Suárez foi contratado depois pelo holandês Ajax e hoje está no inglês Liverpool. Poucos sabem que o que motiva seus gols e o seu atual sorriso são o sorriso de uma mulher.

Os dois se casaram em março de 2009, quando ele estava com 21 anos e ela 19.

A primeira filha, Delfina, nasceu um ano depois.

Ele conta ser apaixonado também pela criança.

“O que mais gosto na minha filha é quando ela acorda. Está sempre contente e nos olha e ilumina a sua carinha. São momentos que eu desfruto muito. Coisas que não imaginava”.

Ele costuma sair bastante com a família. A mulher adora viver na Inglaterra.

Seu segundo filho, Benjamim, nasceu em setembro do ano passado.

Tudo isso é um outro lado do jogador envolvido em polêmicas como morder os adversários e ser acusado de racismo.

Fonte: R7

 

 

 

 

 

 

Compartilhar: