Substituta de Marcelo Rezende abusa de preconceitos em sua “estreia”

A moça, conhecida como Fabíola Rabo de Arraia, exagerou em suas colocações

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A repórter Fabíola Gadelha está substituindo Marcelo Rezende no “Cidade Alerta”, mas a responsabilidade parece ter mexido com sua sensibilidade. No afã de fazer bem seu papel, a moça, conhecida como Fabíola Rabo de Arraia, exagerou em suas colocações. Disse frases como: “Se encontrar com esse cara rua, já sei que é bandido. Olha a cara dele” ou “Nossa, esse é feio demais. Como é feio esse rapaz”.

Não fica bem para um apresentador novo ou antigo dizer esse tipo de coisa na TV. Não é preciso raciocinar muito para saber que bandido não tem cara e mesmo que uma pessoa pense isso não vai falar na frente da TV para milhares de pessoas que podem se influenciar por preconceitos embutidos nas frases acima. Não foi legal.

Para piorar, já surgiram nos bastidores da Record comentários nada favoráveis a Fabíola, que é apadrinhada por Rezende. Comenta-se na rádio-peão que a moça mudou seu comportamento, resumindo deixou de ser humilde e já está sendo chamada de intolerante. Ai, gente, será? Até pouco tempo, Fabíola ganhava R$ 5 mil. Ao argumentar que teria sido convidada por Luiz Bacci para ir para Band, teria conseguido um bom aumento.

Fonte: Yahoo

Compartilhar:
    Publicidade