Surfistinha faz conta de 1000 homens por ano e fala sobre jogador do Palmeiras

Raquel ainda falou sobre sua passagem no programa de 2011 e como ficou fiel ao seu marido

Garota de programa ficou famosa ao criar site aonde avaliava homens que transava. Foto:Divulgação
Garota de programa ficou famosa ao criar site aonde avaliava homens que transava. Foto:Divulgação

Conhecida popularmente como Bruna Surfistinha, Raquel Pacheco falou nesta segunda-feira sobre o Big Brother Brasil 14 e sua participação no reality show A Fazenda, onde participou da quarta edição do programa da TV Record. Questionada sobre como aliviava a tensão sexual no confinamento, a autora do livro O Doce Veneno do Escorpião foi direta: “A gente se masturbava no banheiro. Sempre dava um jeitinho de me masturbar. Era o único lugar sem câmera”, afirmou.

No reality show da Record, há um banheiro sem câmeras, já no programa da TV Globo, todos os cômodos são filmados, mesmo que não tenham todas as imagens exibidas. “Na minha época tinha um banheirinho mais tranquilo. Às vezes ouvia uns passos de alguém da produção, mas dava mais vontade ao saber que tinha alguém ali. Todo mundo dava seu jeitinho, os homens, as meninas”, completou.

Raquel ainda falou sobre sua passagem no programa de 2011 e como ficou fiel ao seu marido. “A única coisa que eu não fiz que havia prometido era beber nas festas”, disse lembrando que sua edição não tinha “muitos homens atraentes”. “Ficaria com o Marlon, mas ele já era muito bem casado. Acabei ficando amiga até da mulher dele depois”, seguiu. Sobre um relacionamento com a ala feminina da casa, disse que teria algum envolvimento com Valesca Popozuda ou quem sabe a vencedora, Joana Machado.

Subcelebridade
Durante o bate-papo, Raquel Pacheco não se enrolou ao dizer: “eu me considero uma subcelebridade”. “Para entrar na ‘Fazenda’ precisa ser uma subcelebridade, não me considero famosa”, continuou.

Um ator, um cantor e um jogador do Palmeiras

Raquel Pacheco ainda falou sobre sua vida na prostituição, quando ganhou fama com seu blog ao contar sobre seus programas sob o pseudônimo de Bruna Surfistinha. Questionada sobre a quantidade de homens com quem se deitou, não foi exata, mas fez uma estimativa daquele período: “Eu conto mais ou menos mil por ano”. Quando seu blog ganhou notoriedade, disse que foi procurada por três famosos: um ator, um cantor e um jogador do Palmeiras. “Ele era meio-campo na época. Eu nem sabia que era famoso, mas ele me falou que o porteiro tinha pedido autógrafo dele”, explicou.

“Torrei tudo com cocaína”

“Ganhei muito mais dinheiro com o livro do que com a prostitução”, disse sobre sua autobiografia O Doce Veneno do Escorpião. Raquel Pacheco ainda lembrou que na época dos programas, boa parte do seu dinheiro era destinado ao vício em drogas: “torrei tudo com cocaína”. Ela ainda recordou que chegou a ter uma overdose, que foi ponto culminante para sua decisão de mudar de vida. “A morte chega pela droga ou pelo traficante. Chega uma hora que você tem força pra lutar”.

Fonte:Terra

Compartilhar:
    Publicidade