Susan Schneider conta o que levou o marido Robin Williams ao suicídio

Ele foi visto a última vez com vida no domingo à noite

385564

A mulher do ator disse nesta quinta-feira que Williams sofria de Parkinson, ainda no início da doença, e não estava preparado para o revelar publicamente.

Susan Schneider disse também que Robin Williams, 63 anos, estava sóbrio quando se matou, na passada segunda-feira.

Num comunicado divulgado hoje, Schneider conta que o marido, que já havia ultrapassado a dependência do álcool há uns anos, estava sóbrio mas “não estava pronto” para revelar a doença que sofria.

O ator foi encontrado morto na sua casa na Califórnia, que partilhava com Schneider, pelo seu assistente pessoal que ficou preocupado quando Williams não respondia a abrir a porta do quarto. Foi visto a última vez com vida no domingo à noite.

“A sobriedade de Robin estava intacta e ele foi corajoso na sua luta contra a depressão e a ansiedade no início da doença de Parkinson, que ele não estava ainda preparado para assumir publicamente”, diz.

“Robin passou grande parte da sua vida a ajudar os outros. Fosse a entreter milhões em palco, em filmes ou na televisão, as nossas tropas ou a confortar crianças doentes – Robin queria que ríssemos e sentíssemos menos medo”, disse também no comunicado.

 

 

Fonte: Site SOL/PT

Compartilhar:
    Publicidade