Suspeita de vender brigadeiros envenenados e espancar marido vai a julgamento

Ela gastou dinheiro que recebeu para fazer festa de debutante e quis adiar evento

Suspeita mandou bombom envenenado na esperança de adiar festa de 15 anos. Foto: Divulgação
Suspeita mandou bombom envenenado na esperança de adiar festa de 15 anos. Foto: Divulgação

A doceira Margareth Aparecida Marcondes, de 45 anos, senta no banco dos réus na tarde desta quinta-feira (26) em Joinville (SC). Ela é acusada de envenenar quatro adolescentes e o marido, além de espancá-lo.

Margareth recebeu R$ 7.500 para fazer uma festa de 15 anos da menor Talita, uma das vítimas. Ela gastou todo o dinheiro e envenenou a debutante na tentativa de atrasar a data da festa. Além de Talita, três jovens comeram os doces e foram internados. À polícia, a criminosa também confessou ter espancado o próprio marido por medo que ele descobrisse o que ela fez.

Ela será julgada hoje por tentativa de homicídio do marido. Ele foi encontrado desacordado dentro de casa e todo o local estava sujo de sangue. Na ocasião, a suspeita foi presa dormindo dentro de um carro da família em Barra Velha.

A acusada está presa há dois anos no Complexo Médico-Legal do Paraná. As adolescentes moram no Paraná, por isso Margareth responde a processos nos dois Estados.

Fonte: R7

Compartilhar: