Suspeito acessa própria foto em site de procurados e é localizado pela polícia

Segundo as investigações, Renildo Rosa e a irmã esquartejaram duas pessoas no Rio

A polícia oferecia recompensa de R$ 1.000 pela captura de Renildo Rosa, suposto traficante da Cidade de Deus. Foto: Divulgação
A polícia oferecia recompensa de R$ 1.000 pela captura de Renildo Rosa, suposto traficante da Cidade de Deus. Foto: Divulgação

Renildo Rosa, de 44 anos, suspeito de dois assassinatos e de participar do tráfico de drogas na Cidade de Deus, na zona oeste do Rio, foi preso em uma lan house no Rio. Ele acessou a própria foto no site de procurados pela Polícia Civil e não percebeu que estava sendo observado por uma pessoa, que chamou a polícia.

A recompensa pela captura dele era de R$ 1.000. Após a prisão, os investigadores acharam também a irmã do suspeito, Daniela Rosa, que teria ajuda Renildo a esquartejar duas pessoas e lançar os corpos em um rio.

Na delegacia, ambos negaram envolvimento com os homicídios e o tráfico de drogas. O delegado José Luis Duarte contou à reportagem da Record que os irmãos Rosa e o pai, Renê Afonso, que já morreu, coordenavam a venda de entorpecentes na localidade conhecida como Santa Efigênia, na Cidade de Deus. Um quarto integrante da quadrilha foi preso em 2013.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade