“Suvaco do Careca” desfila em seu quarto ano pelas ruas de Ponta Negra

O bloco é aberto, mas é vendida uma camisa padrão que pode ser adquirida para custear as despesas da agremiação com músicos e adereço

Prévia do Bloco Suvaco do Careca anima foliões na praia de Ponta Negra em Natal. Foto:Divulgação
Prévia do Bloco Suvaco do Careca anima foliões na praia de Ponta Negra em Natal. Foto:Divulgação

O bloco carnavalesco “Suvaco do Careca” em seu quarto ano, programa para o carnaval 2014 uma novidade que é a realização de um ensaio geral neste domingo (dia 16), na barraca astral na praia de Ponta Negra, com orquestra de frevos “Dragões do Frevo”,  conduzida pelo maestro Olival de Freitas e também uma roda de samba animada pelo grupo “Roda de Bambas”, do sambista Debinha Ramos.

A programação do “Suvaco do Careca” prevê ainda uma prévia carnavalesca para o próximo dia 23 de fevereiro (domingo), em frente ao Albergue Lua Cheia, começando a partir das 14h, com as mesmas atrações e uma novidade a participação da bateria da Escola de Samba Balanço do Morro, conduzida pelo mestre de bateria Cristiano.

No carnaval, dia 2 de março, o bloco “Suvaco do Careca” fará seu desfile saindo em frente do Mercado de Ponta Negra, com seus bonecos gigante e seus estandartes começando às 14h, saindo em desfile até o palco montado pela Prefeitura do Natal, ao lado do Praia Shopping.

Segundo Maurício Calvante o  “Suvaco do Careca” surgiu em 2011, no bairro de Ponta Negra com o objetivo de resgatar a cultura dos antigos carnavais e estimular a população natalense a permanecer em Natal durante o período momesco. A ideia do nome “Suvaco do Careca” foi inspirado em um bloco de carnaval que já existe a 30 anos no Rio de Janeiro, denominado  “Suvaco do Cristo”. O bloco valoriza principalmente as marchinhas, resgatando as músicas tradicionais do carnaval para que estas sejam preservadas e valorizadas como patrimônio cultural brasileiro.

O “Suvaco do Careca” tem uma mensagem que é o respeito ao meio ambiente e a preservação da Praia de Ponta Negra como patrimônio turístico e cultural da cidade, além de aceitar  parcerias com ONGs no intuito de lutar no combate a exploração sexual de crianças e adolescentes.  Um frevo será cantado pelos seus foliões, conscientizando as pessoas sobre a importância da coleta seletiva e a reciclagem:  “Lixo que palavra é essa?”.

O bloco é aberto, mas é vendida uma camisa padrão que pode ser adquirida para custear as despesas da agremiação com músicos e adereços. As empresas que quiserem patrocinar ou adquirir camisetas são bem vindas e podem contatar através do fone 9983-1435.

Compartilhar: