Homem envia mensagem por celular confirmando morte de rival

Mensagem de texto foi encontrada no celular de suspeito preso. Vítima levou 24 golpes pelo corpo, mas não morreu, diz Polícia Militar

Mensagem encontrada em celular de suspeito confirmando a morte, em Santana. Foto:Divulgação
Mensagem encontrada em celular de suspeito
confirmando a morte, em Santana. Foto:Divulgação

Por volta de 4h desta quinta-feira (26), três suspeitos de agressão a uma mulher de 31 anos foram presos pela Polícia Militar no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. No celular de um dos presos, policiais encontraram uma mensagem que confirmava a morte da mulher. O texto ‘Ei nos matemo marizete da g.d.e. [sic]‘ foi enviado a um destinatário ainda não identificado, segundo o sargento Herinaldo Nascimento, do 4º batalhão do município. A vítima a que se refere a mensagem foi agredida com golpes de faca e garrafadas, ‘mas não morreu’, afirmou o militar.

De acordo com o sargento, a mulher levou 24 golpes por todo o corpo e está internada em estado grave no Hospital de Emergências de Santana. “Eles pensaram que ela tinha morrido. A agressão ocorreu porque ela integra uma gangue rival, a ‘Galera da Elizabeth’, que é de uma escola da cidade, mas ainda não confirmamos realmente se ela faz parte dessa gangue”, disse Nascimento.

O crime ocorreu na Av. Nações Unidas, mesma rua da escola Elizabeth Esteves, no bairro Hospitalidade, em Santana. Os três suspeitos, entre eles um menor de 17 anos, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Santana. Na cena do crime foram recolhidas garrafas e uma faca usada na agressão.

Os mesmos suspeitos já haviam sido presos na sexta-feira (20), por envolvimento em uma briga generalizada na Praça Cívica de Santana.

Fonte:Globo

Compartilhar: