Tecnologia mística – Vicente Serejo

“Não há oração sem resposta”, dizem os fervorosos na fé. Eu complementaria dizendo que, com ou sem resposta, precisamos da…

“Não há oração sem resposta”, dizem os fervorosos na fé. Eu complementaria dizendo que, com ou sem resposta, precisamos da oração assim como necessitamos interagir com o outro. Processo diferenciado de comunicação, a mensagem vai e vem. Sempre há resposta, ainda que precise ser interpretada.

Orar é conversar com uma instância maior, que acreditamos ser dotada de mais sabedoria e que compreende os mistérios do universo – os quais nós, humanos, não compreendemos. Por isso, a prece independe de religião, mas está centrada no “religare” (reconexão) que a religião sugere.

A oração é quase instintiva. Cabe em um silêncio, em um suspiro, em uma reflexão. Cabe em uma relação, em uma ação, em uma intenção. Está aí para quem quiser fazer uso – livre de dogmas, ao alcance do coração. Como a doce prece infantil, meio inconsciente, dando os primeiros passos rumo ao que transcende. Como a estreita oração de pedidos, em que se aciona o Criador sobre nossas necessidades e desejos quando não mais sabemos o que fazer com eles. Como madura prece de agradecimento, que reconhece as infinitas possibilidades concedidas ontem, hoje, amanhã e sempre.

Forma de transmissão do pensamento, também nos conecta com outros que amamos ou que acreditamos precisar de um olhar divino, apesar da distância, apesar do limite entre os vivos e os mortos. Uma rede universal de tecnologia mística.

Há quem prefira repetições. Há quem se inspire em preces criadas por outros. “Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor”, ensinou São Francisco de Assis. Há quem siga a prece máxima cristã: “Pai Nosso, que estais no Céu”. Há quem opte por suas próprias palavras ou ainda pelo silêncio concentrado. A oração é democrática.

Aposta

Um dos primeiros a registrar a candidatura, a chapa do governadorável Araken Farias (PSL), composta pelo vice, ex-vereador de Caicó, Paulo Roberto, além de Roberto Ronconi para senador, aposta em ser a “novidade” aos nomes já conhecidos de Robinson e Henrique Alves (PMDB).

Fortalecimento

Para não perder a vaga na Assembleia Legislativa do RN, que será deixada por Gesane Marinho (PSD), Robinson Faria (PSD) tem intensificado seu trabalho de conquistar apoios na região Oeste.

Novo nome

O nome naquela localidade é do médico e ex-prefeito de São Miguel, Galeno Torquato, que vem ganhando novos apoios, principalmente em municípios que formavam a base do deputado Raimundo Fernandes.

Esporte e cidadania

As inscrições para a seleção do programa Petrobras Esporte & Cidadania 2014, foram prorrogadas até o dia 31, no site www.petrobras.com.br/ppec2014. O projeto destina R$ 45 milhões a iniciativas de todo o país que atendam crianças e adolescentes por meio de atividades esportivas educacionais.

Lançamento

O 4º livro do professor Nivaldo Ferreira da Silva, com poemas inéditos, editado pela AG Livros, será lançado no próximo dia 15, às 18h, Academia Norte Rio-grandense de Letras, em Petrópolis. A obra será dedicada, in memoriam, ao ex-deputado João Faustino, falecido no início deste ano.

Festa dupla

O jornalista, ativista social e escritor Flávio Rezende lança seu 24º livro, “Quero que este livro vire um filme”, no próximo dia 15, data em que comemora seus 53 anos de vida. A festa dupla será na livraria Saraiva do Natal Shopping, às 19h.

Pequenos leitores

A 3ª edição da feira de livros “Book Lovers Kids” prossegue até o dia 21, todos os dias, no Natal Shopping. O evento, desenvolvido pela Ponto Cultural, tem como objetivo incentivar a prática da leitura nas crianças, com personagens da turma “Bicho de Livro” e contação de histórias.

Livraria Vazia

Uma iniciativa diferente também começa, neste sábado (05), no 2º piso do Natal Shopping: a “Livraria Vazia”. Nesta livraria não há produtos à venda e quem passar por lá poderá preencher o estoque com a doação de livros que serão, depois, encaminhados para a Casa Durval Paiva e Hospital Varela Santiago.

Premiada

O projeto “Livraria Vazia” foi criado pela agência Loducca Publicidade para o shopping paulista Villa Lobos, e recebeu premiações importantes do meio publicitário, como o Leão de Ouro, do Festival de Cannes, e o Tomorrow Awards. Em Natal, a iniciativa vai até o dia 30.

Filosofando

“O que fazer com os meus defeitos?” é o tema da palestra, promovida, nesta segunda (07), às 19h, na Escola de Filosofia Nova Acrópole. Na próxima segunda (14), o assunto será “os problemas do mundo e do homem atual”. A entrada é gratuita.

Compartilhar:
    Publicidade