Tenente da PM suspeito de matar lutador de MMA ganha liberdade durante a madrugada

Justiça mandou soltar Iranildo Félix, após ele passar 60 dias preso

Luiz de França foi morto quando estava na academia. Foto: Divulgação
Luiz de França foi morto quando estava na academia. Foto: Divulgação

A Justiça concedeu liberdade ao tenente Iranildo Félix de Sousa, da Polícia Militar, que estava preso há 60 dias pro suspeita de participar da morte do lutador de MMA Luiz de França Trindade, de 25 anos. O crime aconteceu em uma academia, em fevereiro deste ano, no conjunto Cidade Satélite.

O alvará de soltura foi concedido pelo juiz Ricardo Procópio Bandeira de Melo, titular da 3ª Vara Criminal de Natal. Isso aconteceu porque o prazo de validade do mandado de prisão expirou. O tenente Iranildo Félix deixou o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar na madrugada desta quinta-feira (22) e foi para casa.

Além do tenente, o soldado da PM Moisés Gonçalo do Nascimento, de 41 anos, também foi preso, no dia 6 de maio, suspeito de participação na morte do lutador Luiz de França. De acordo com as investigações da Polícia Civil, ele teria auxiliado ao tenente Iranildo pilotando a motocicleta para fuga.

Fonte: Portal BO

Compartilhar:
    Publicidade