Teotonio Vilela e Aécio Neves são vaiados em desfile do Pinto da Madrugada

Ambos foram empurrados pelos seguranças, para evitar a exposição.

REGERGERG

Como parte da estratégia dos tucanos para popularizar o senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB/MG), ele esteve na capital alagoana no sábado (22) para o desfile do Pinto da Madrugada, bloco que abre as prévias do Carnaval em Alagoas. Ele sai uma semana antes do Galo da Madrugada, no Recife (PE).

Após a entrevista com a imprensa, Aécio e o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) foram vaiados pela multidão, ao serem anunciados pela locução do Pinto da Madrugada. Ambos foram empurrados pelos seguranças, para evitar a exposição.

Na entrevista, Aécio comentou a queda da presidente Dilma Rousseff na pesquisa Ibope. Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (22) pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” indica que a presidente Dilma Rousseff teria 47% dos votos e venceria no primeiro turno caso a eleição fosse hoje e ela tivesse como adversários o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Nesse cenário, Aécio teria 17% e Campos 12%. Votos em branco ou nulos seriam a opção de 18% e outros 6% responderam que não saberiam em quem votar.

O Datafolha entrevistou 2.614 pessoas em 161 municípios na quarta (19) e quinta (20), com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

– Ruim para Dilma, ruim para Governo. Estamos vivendo o final de um ciclo no Brasil. Eu acredito que a cada dia que passa há uma percepção clara que é preciso uma coisa nova, ética e eficiência precisam caminhar juntas. Essa é a cara do PSDB. Pelo menos do PSDB que eu represento, disse.

Segundo Aécio, os tucanos não estão preocupados com a entrada do mensalão na campanha. Esta semana, o deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB) renunciou. Segundo o Ministério Público, Azeredo integrou um esquema de desvio de verbas públicas em 1998, quando era governador de Minas, para bancar sua candidatura à reeleição:

– Tem certeza que o PT quer puxar este debate [do mensalão]? Eu não acredito. Mais uma vez: o PSDB acha que quando houver uma denúncia que deve ser investigada, que seja investigada e os acusados possam se defender. E que decisão judicial seja cumprida. Não existem mais presos políticos. Há políticos presos.

Aécio teve uma conversa com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Disse que o encontro entre ambos ajuda a ter “alianças muito sólidas e naturais” entre PSDB e PSB:

– O PSB, presidido por Eduardo, e o PSDB, presidido por mim, têm alianças muito sólidas e naturais em boa parte dos estados brasileiros, e não vamos trabalhar contra essas alianças no plano nacional nessas eleições, mesmo tendo o PSB uma candidatura e o PSDB outra candidatura. Vamos permitir que as coisas naturais continuem acontecendo, disse.

 

Fonte: Repórter Alagoas

Compartilhar: