Thiago Silva não vê pênaltis e pede para não ser um dos cobradores

Capitão da seleção brasileira diz que não tem condições de bater pênalti e técnico já disse que vai mudar os cobradores

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O capitão da seleção brasileira não tem confiança para ser um dos batedores de pênalti caso a equipe precise dele. O zagueiro Thiago Silva sequer assistiu os companheiros cobrarem os pênaltis contra o Chile, sábado, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Depois de empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, o Brasil fez 3 a 2 nas penalidades.  neste sábado, no Mineirão.

“Não vi nenhum dos pênaltis. Não sei quem bateu, não sei quem perdeu, da forma que perdeu. Não tive coragem de ver. Mas é como faço sempre. Não gosto de olhar pênalti”, disse o capitão. Não gosta de olhar, nem de bater. Ele pediu para ser o 11º na lista dos batedores. Ficaria atrás até do goleiro Julio Cesar. Sorte a dele que o Brasil venceu na série alternada de cinco gols.

“Bater pênalti é uma grande responsabilidade em casa e pedi a Deus para não chegar a minha cobrança. Errei dois dos três últimos e o Felipão me perguntou: ‘Você pode ser o sexto?’ Eu disse que não. Pedi para ficar como último da lista atrás até do Julio Cesar. Não estava confiante”, disse o zagueiro.

Ele agradeceu a Julio Cesar pelos pênaltis que defendeu. Foram duas cobranças, de Mauricio Pinilla e Alexis Sánchez. “Deus abençoou o Julio Cesar. A oportunidade estava ali e só nós poderíamos fazer história. E o Julio Cesar foi brilhante. Hoje foi o dia dele e tenho certeza que no próximo a gente vai estar ali para ajudá-lo”, disse.

Felipão não gostou do desempenho brasileiro nas penalidades e disse que pretende mudar os batedores ao longo dessa semana. David Luiz, Marcelo e Neymar marcaram, mas Willian e Hulk perderam contra o Chile.

Compartilhar:
    Publicidade