Tios torturam garoto de sete anos com fios elétricos e pedaços de madeira

Tia disse que marcas na criança eram frutos de uma queda e de uma 'correção'

Criança tinha o braço machucado e marcas de agressão com fios. Foto: Divulgação
Criança tinha o braço machucado e marcas de agressão com fios. Foto: DivulgaçãoCORREÇÃO”

Raiara Marcel de Almeida e o marido dela, Luciano da Silva Souza, foram presos sob a suspeita de torturarem o sobrinho, de 7 anos, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, em Mato Grosso. A criança vivia com o casal.

De acordo com a polícia, o menino foi espancado com fios elétricos e madeira.

Uma conselheira tutelar foi chamada para verificar o caso. Ela conta que precisou de duas horas para fazer com que o garoto falasse sobre o que havia ocorrido.

Na delegacia, Raiara negou o crime. Disse que parte dos ferimentos do garoto foram frutos de uma queda. Outras marcas seriam, segundo ela, resultado de uma “correção”.

A tia da criança chegou a agredir um cinegrafista no distrito policial.

Com a prisão dos tios, a criança vai ficar em um abrigo.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade