Torcedor bilionário do clube empresta verdadeira fortuna ao Hamburgo

Única equipe que nunca foi rebaixada na Alemanha, time fez péssima temporada em 2013/14

O suíço Behrami foi uma das poucas contratações nesta temporada. Foto: Divulgação
O suíço Behrami foi uma das poucas contratações nesta temporada. Foto: Divulgação

O quase rebaixamento do Hamburgo no último Campeonato Alemão e as poucas contratações fizeram com que um apaixonado torcedor tirasse dinheiro do seu bolso para ajudar o seu time do coração. O clube anunciou em seu site oficial que Klaus-Michael Kuehne, sócio majoritário de uma transportadora multinacional, vai emprestar 25 milhões de euros (aproximadamente R$ 75 milhões) aos cofres da equipe.

O empresário, que é o 118º colocado no ranking da revista Forbes com fortuna avaliada em 10,4 bilhões de euros (cerca de R$ 31,44 bilhões), já havia concedido 8 milhões de euros ao clube antes de aumentar o seu apoio financeiro.

“Com a expansão do meu compromisso em favor do Hamburgo, reitero a minha confiança na gestão do novo clube, na esperança de que será possível, desta forma, fortalecer a estrutura da equipe de forma significativa”.

Além dele, o CEO do Hamburgo, Dietmar Beiersdorf, acredita que com o apoio do bilionário o clube conseguirá realinhar o seu planejamento para a temporada 2014/2015 do futebol europeu. 

“Estamos muito animados com o grande compromisso do Sr. Kuehne e a confiança depositada em nós”.

Único time que nunca foi rebaixado no Campeonato Alemão, o Hamburgo esteve próximo da queda na última temporada, quando ficou na 16ª colocação, e só garantiu sua permanência após disputar playoff contra o Greuther Fürth. Para essa temporada, a equipe comandada pelo técnico Mirko Slomka já havia garantido a contratação do meio-campista húngaro Zoltan Stieber, antes de acertar com o volante suíço Valon Behrami, oriundo do Napoli por R$ 15 milhões.

Fonte: R7

Compartilhar: