Torcedores da Portuguesa agridem mãe e irmã de atacante palmeirense

Mãe do atacante Diogo teve fissura na costela e precisou de atendimento médico enquanto acompanhava jogo entre os dois times no Pacaembu

Diogo foi recentemente contratado pelo Palmeiras. Foto:Divulgação
Diogo foi recentemente contratado pelo Palmeiras. Foto:Divulgação

Respectivamente mãe e irmã do atacante palmeirense Diogo, Claudia e Gabriela foram agredidas por torcedores da Portuguesa, na última quinta-feira, no Estádio do Pacaembu. Presentes à partida que acabou com vitória do Palmeiras por 1 a 0, elas foram identificadas e sofreram agressões na arquibancada destinada aos visitantes.

A abordagem mais forte foi sobre Claudia, mãe do jogador, que sofreu uma fissura (estágio anterior à fratura) na costela. Lesionado, Diogo estava nas numeradas do Pacaembu, e só soube do episódio minutos depois. A família lavrou Boletim de Ocorrência ao fim da partida válida pelo Campeonato Paulista.

Agora atacante palmeirense, Diogo é formado nas categorias de base da Portuguesa, clube no qual chegou ainda adolescente. Os familiares são frequentadores e torcedores do clube. Agredida na quinta, a irmã ainda pertence ao quadro de atletas e joga futebol também na Portuguesa.

Via Instagram, Diogo se manifestou na última sexta ao publicar uma foto da mãe com a irmã menor e a seguinte mensagem: “mais do que amor, mãe e irmã exemplos de vida, de dignidade, de superações, amo vocês (sic)”, escreveu. Um seguidor do jogador ainda comentou: “a partir do momento que tem violência perde a razão”, disse.

Diogo tem cinco temporadas com a camisa da Portuguesa, entre 2005 e 2008, e ainda em 2013, sua segunda passagem. Ele ainda jogou por Olympiacos-GRE, Flamengo e Santos.

Fonte:Terra

Compartilhar: