Torcedores espancam e esfaqueiam bandeirinha que anulou um gol em partida

Auxiliar Bruno Martinez está internado em hospital com estado crítico

Bandeirinha não escapou de emboscada. Foto: Divulgação
Bandeirinha não escapou de emboscada. Foto: Divulgação

O auxiliar de arbitragem Bruno Martinez passou por momentos de dramas na primeira divisão do futebol boliviano por anular um gol em uma partida entre o Universitario de Sucre — que jogava em casa — e o Bolívar.

O duelo terminou 2 a 1 para os visitantes e a marcação invalidou o tento que daria o empate aos anfitriões nos minutos finais.

Por conta da marcação do bandeirinha, os torcedores do Universitario se revoltaram, fizeram uma emboscada na saída do estádio para os árbitros e espancaram Martinez. Ele ainda levou uma facada nas costas na ação violenta.

Ele foi internado no Hospital Santa Bárbara após o incidente em Sucre, e pela descrição do boletim do médico que o atendeu, John Romero, o auxiliar não corre risco de morte, mas está em estado crítico.

“Ele teve uma ferida perto do pulmão, com uma perfuração de três centímetros de profundidade feita por um objeto pontiagudo que o acertou nas costas. Seu caso é delicado, mas está controlado”.

Em entrevista ao canal local ATB, o árbitro da partida, Guery Vargas, disse que foram informados pelos policiais que não havia mais torcedores nos arredores do estádio e que poderiam se despreocupar com suas seguranças

“O comandante de polícia disse que não havia torcedores do Universitario nos arredores do estádio e poderíamos sair com tranquilidade. Quem fez isso, é assassino disfarçado de torcedor. Todos nós saímos correndo, mas o Bruno não teve a mesma sorte. Vários assassinos o pegaram e começaram a golpeá-lo”.

Fonte: R7

Compartilhar: