Torcida evita preço ‘padrão Fifa’ e decide comprar bebidas aos ambulantes

Muitos também preferiram comer em casa, ao invés de pagar R$ 10 por um cachorro-quente sem graça nos estádios

rtuy54u4

Discrepância entre valores dentro e fora do estádio deteve público de Uruguai e Costa Rica por mais tempo fora da Arena Castelão O torcedor demorou para entrar no Castelão, para a partida entre Uruguai e Costa Rica, para fugir dos preços “padrão Fifa” de bebida e alimentação. Enquanto fora do estádio era possível tomar um cervejinha gelada por R$ 3, dentro o fã teria de desembolsar no mínimo R$ 10 pela Brahma e R$ 13 pela Budweiser.

Assim, os ambulantes fizeram a festa do lado de fora do estádio de Fortaleza, mesmo sob vigilância da polícia, que não se incomodava com o comércio no perímetro Fifa. Para chegar ao estádio, os torcedores tinham de caminhar quase três quilômetros debaixo de um sol escaldante de 34°C. Assim, todos pediam água quando se
aproximavam da arena. Literalmente.

Enquanto uma garrafinha era vendida por R$ 3, dentro do Castelão a água estava o dobro do preço. O mesmo ocorria com os refrigerantes. O difícil era encontrar uma sombra para esperar o tempo passar. Muitos torcedores se espremiam nas poucas áreas nas quais o sol não estava batendo. Para ajudar a melhorar o astral, uma banda de forró tocava ao vivo e animava a galera.

 

Fonte: Estadão

Compartilhar:
    Publicidade